Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Três homens executados e um desenterrado neste sábado em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A população de Parauapebas foi surpreendida neste sábado (4) com a execução de três pessoas e o corpo de um homem encontrado enterrado numa área de palafita. As vítimas são Tarcísio Barros Queiroz, 21 anos; um amigo deste, até então não identificado pela polícia; Pedro da Costa, 64 anos; e Joelson Oliveira da Rosa, 34 anos, cujo corpo foi encontrado enterrado.

Duplo homicídio


De acordo com o que apurou a reportagem junto ao sargento PM Leomar, o indivíduo Tarcísio Barros Queiroz, natural de Parauapebas, e o comparsa dele, até então sem identificação, foram executados com disparos de arma de fogo por homens que chegaram num carro de cor prata.

O duplo homicídio aconteceu na Rua das Mangueiras, em frente à residência de número 22 A, no Bairro Nova Vida II, Parauapebas.

Tarcísio Queiroz foi morto ali mesmo no meio da rua, enquanto que o colega dele chegou a ser encaminhado para o Hospital Municipal de Parauapebas, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.

A polícia apurou no local do crime que os dois jovens foram mortos num suposto acerto de contas, por estarem envolvidos com o tráfico de drogas.

Vigia executado

 

Natural de Vitorino Freire (MA), o sexagenário Pedro da Costa foi assassinado quando defendia o patrimônio de um sindicato no Bairro Cidade Jardim. Segundo a polícia, ele observou a chegada de um homem numa motocicleta de cor vermelha modelo Biz. O suspeito entrou no prédio do sindicato e foi surpreendido com uma gravata aplicada pelo vigilante, mas o assaltante conseguiu morder um dos braços da vítima e acertou-lhe um tiro na barriga, causando a morte do vigia.

Informações dão conta que a moto Biz usada pelo bandido acabara de ter sido tomada de assalto de uma mulher, que também foi baleada, num posto de combustível.

 

A polícia tem as imagens do assaltante pilotando a motocicleta, já identificou a placa do veículo e está à procura do malfeitor.

Corpo enterrado

 

Segundo informações da família de Joelson Oliveira, ele estava desaparecido desde o dia 28 de dezembro último. O corpo foi encontrado e desenterrado por homens do Corpo de Bombeiros na tarde deste sábado (4) de uma cova rasa na área de invasão conhecida como Palafitas, às proximidades das ruas 4 e Amazonas, no Bairro Primavera.

Em declarações prestadas à reportagem, o sargento BM Da Luz explicou que foram encontradas nas imediações da cova uma pá e uma enxada, provavelmente usadas para enterrar a vítima. Uma pedra grande estava colocada sobre o corpo do homem.

De acordo com membros da família da vítima, Joelson Oliveira costumava usar e comercializar entorpecentes e efetuar pequenos furtos para manter o vício, tendo, inclusive, passagens pela polícia.

Publicidade

Veja
Também