Publicidade

Vale assina novos convênios com comunidades de Parauapebas

Serão 35 projetos desenvolvidos em 15 comunidades ao longo de 2018. A parceria acontece por meio das associações de moradores e produtores do município

A Vale assinou, na terça-feira (22/5), novos convênios com associações de moradores e produtores de Parauapebas. O total de 35 projetos sociais serão desenvolvidos ao longo do ano. A iniciativa conjunta beneficiará cerca de 14.500 pessoas de 15 comunidades do município, que participam do programa de diálogo da empresa. Os primeiros convênios assinados contemplam as comunidades de Palmares II, Palmares Sul e PA Onacílio Barros, por meio de suas associações.


O gerente de Relacionamento com Comunidades da Vale, Edivaldo Braga, destaca que as ações são fruto da interlocução entre a empresa e as comunidades. “Os Planos de Relacionamento com Comunidades, apoiados pela Vale e geridos pela comunidade, objetivam dar maior protagonismo e sustentabilidade para as comunidades. É importante ressaltar que estes projetos são propostos pelas próprias comunidades e são definidos após discussão em conjunto, com a participação popular”, destaca.

Para o presidente da Associação Rural (Assopar), da Palmares II, Luís dos Santos Ferreiras, irmão Luís como é conhecido na comunidade, o sentimento, neste momento é de alegria, de estar levando melhorias para a comunidade. “A gente já vem com esta parceria há cerca de quatro anos entre comunidade e Vale. Nós temos falado sempre que há 20 anos atrás a Vale se preocupava em produzir ferro. Mas agora, de uns cinco anos pra cá, a gente vê nas comunidades o desenvolvimento que a Vale tem trazido na questão da produção da agricultura”. O convênio com a Assopar contempla continuidade do projeto de fortalecimento da cadeia produtiva do leite e também a implantação de uma fábrica de processamento de frutas, que atenderá fruticultores de outras comunidades do município.

Já o presidente da Associação dos Trabalhadores da Vila Onálicio Barros do Assentamento Carajás II e III, Vandeilson dos Santos, o Parazinho, ressalta a conquista. “Nós plantamos uma semente na empresa, ainda na época que era estatal, que começa a germinar agora, com o incentivo aos produtores que estão nas áreas impactadas onde a empresa faz a extração de minério. O PA conta hoje com 102 famílias e este projeto deve beneficiar cerca de 30 famílias, com recuperação de pastagem para a produção de leite e reforçar a produção de mel na nossa região”, comemora.

As propostas das associações buscam resultados nas áreas de educação, saúde, fortalecimento das associações comunitárias e, principalmente, a geração de trabalho e renda, nas áreas de fruticultura, apicultura, pasto rotacionado para produção leiteira, avicultura, corte e costura, entre outros. Outros projetos focados em capacitação, nas áreas de gestão de custos e empreendedorismo também serão realizados, além de projetos voltados para o empoderamento feminino no mercado de trabalho.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Pebinha de Açúcar Comunicação e Marketing
LTDA-ME – CNPJ: 05.200.883.0001-05
Parauapebas – Pará – Brasil
(94) 99121-9293 (whatsapp) | (94) 98134-2558

Acompanhe o Pebinha nas redes sociais

Copyright © Pebinha de Açúcar – 2018. Todos os Direitos Reservados.

Fechar Menu