Vale se manifesta sobre condenação de indenizar funcionário ridicularizado por sofrer acidente de trabalho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante a manhã desta segunda-feira (28), o Portal Pebinha de Açúcar divulgou uma matéria com o seguinte título: “Mantida condenação da Vale a indenizar empregado ridicularizado por sofrer acidente de trabalho”.

Após a publicação, a assessoria de comunicação da mineradora entrou em contato com nossa equipe de reportagens e encaminhou uma nota, confira abaixo na íntegra:


“A Vale informa que tomou conhecimento da decisão do TST e que adotará as medidas judiciais cabíveis. Esclarece ainda que repudia comportamentos que provoquem constrangimento entre os trabalhadores. De acordo com seu Código de Ética e Conduta, amplamente difundido na empresa, espera-se que os empregados mantenham uma atitude profissional positiva, digna, leal, honesta, de respeito mútuo, confiança e colaboração com os demais colegas de trabalho. São condutas intoleráveis assédio de qualquer natureza, inclusive moral ou sexual, provocando o constrangimento alheio.
A Vale mantém um canal de ouvidoria, disponível em seu site e na intranet da empresa e acessível também por e-mail, pelo qual o empregado pode fazer uma denúncia com sigilo garantido.
Eventuais ações provocadas por qualquer empregado que conflitem com os valores da Vale – entre os quais está o de valorizar quem faz a empresa – serão punidas de acordo com a legislação vigente”.

Publicidade

veja também