Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Vale vai patrocinar primeira etapa de projeto de restauração da Basílica Santuário de Nazaré

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Basílica Santuário de Nazaré, um dos maiores símbolos da história e da cultura do povo paraense, passará por obras de restauro e conservação, dentro do “Projeto de Conservação e Restauração da Basílica de Nazaré e Requalificação da Cripta”. A primeira etapa é patrocinada pela Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e vai priorizar ações de manutenção imediata e restaurativas de espaços importantes do Santuário.

Primeira etapa do projeto vai priorizar ações de manutenção imediata e restaurativas de espaços importantes do Santuário


Durante a solenidade, realizada no domingo, 12 de janeiro, o bispo auxiliar da Arquidiocese de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, ressaltou a importância do momento. “O que estamos celebrando hoje nesta solenidade é um ato de interação profunda e dinâmica entre estado e a sociedade civil. Entre governo e os diversos atores sociais, aqui representados pela Igreja, pelos padres barnabitas, pela Arquidiocese de Belém e a empresa Vale, que se torna catalizadora e estimuladora dos incentivos fiscais sociais. É maravilhoso quando uma empresa se disponibiliza para fazer essa experiencia de corresponsabilidade de envolvimento social”, destacou.

A primeira etapa do projeto conta com investimento de R$ 3,5 milhões, totalmente patrocinados pela Vale. A expectativa das Obras Sociais da Basílica é de concluir, até outubro, as ações de manutenção e restauração em espaços como o altar mor, vitrais, reparos de cobertura da igreja e iluminação, além do sistema de refrigeração e o projeto de combate e prevenção de incêndio. “O patrimônio é a identidade de um povo, sua memória e sua evolução. Ao patrocinar a revitalização da Basílica Santuário de Nazaré, estamos contribuindo com a preservação da história e da cultura do povo do Pará”, destacou José Fernando Gomes, gerente de Relações Governamentais da Vale no Pará.

Além da restauração do Santuário, o projeto também prevê a realização de ações de educação patrimonial para alunos do ensino médio de escolas da rede pública da capital paraense. O projeto é uma realização das Obras Sociais da Paróquia de Nazaré, que atualmente é presidida pelos padres Francisco Cavalcante Júnior (presidente) e José Adelson Ramos das Mercês (vice-presidente).
A solenidade que marcou a assinatura do contrato para a execução da primeira etapa do projeto foi realizada na Basílica Santuário, em Belém, e contou com a participação da comunidade religiosa, diretoria da Festa de Nazaré, representantes do Governo Federal, do Governo do Estado, da Prefeitura de Belém e da Vale.

História preservada

Contemplado pela Lei de Incentivo à Cultura, do Governo Federal, em janeiro de 2019, o “Projeto de Conservação e Restauração da Basílica de Nazaré e Requalificação da Cripta” foi aprovado com valor integral de R$13,5 milhões e prevê a execução de medidas de conservação, inclusive preventivas, dos materiais que sofreram desgaste natural e de uso ao longo do tempo.

Marcado pelos estilos neoclássico e eclético, o início da construção da Basílica data de 1909, com o lançamento da pedra fundamental pelo então arcebispo de Belém Dom Santino Maria Coutinho. Desde então, o Santuário guarda o símbolo que deu origem a uma das maiores manifestações culturais do mundo: a Imagem Original da Virgem de Nazaré.

Publicidade

Veja
Também