Venda de veículos cai no Pará. Parauapebas ocupa segundo lugar em comerciais leves

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O levantamento aponta uma queda de 5,63% nas vendas, quando comparado ao desempenho obtido no mês de setembro. Foram emplacados 9.948 veículos em todo o estado. No acumulado de janeiro a outubro, as concessionárias do estado já venderam 112.723 unidades, representando queda de 10,87%. Quando comparado ao cenário geral de vendas no Brasil, este percentual de queda representa apenas metade, já que no acumulado do ano, a queda foi de 20,71% para todos os setores somados, no Brasil. Nos primeiros dez meses de 2015, foram emplacadas 3.300.400 unidades, contra 4.162.685 no mesmo período de 2014.

Segundo o presidente do Sincodiv, Leonardo Pontes, a queda nas vendas no setor acompanha a tendência nacional, que não acredita em uma recuperação de mercado nos dois últimos meses do ano, considerando a atual situação política e econômica do país. “O mercado está reduzido e, por conta disso, um novo cenário se configurou. Este é o novo mercado para os próximos anos, nem pior, nem melhor, apenas readaptado para um novo panorama político e econômico do Brasil. E os associados do Sincodiv estão elaborando estratégias para facilitar o acesso dos clientes a um veículo zero quilômetro”, destaca.


NÚMEROS – Em outubro, apenas os segmentos de ônibus e motos tiveram aumento nas vendas. No setor de motocicletas foram comercializadas 6.377 unidades, 94 a mais que setembro. As marcas mais vendidas foram Honda e Yamaha. No acumulado de janeiro a outubro, já foram vendidas 69.012 motos em todo o Pará.

No setor de caminhões e ônibus, os resultados foram positivos só para a venda de ônibus, com 47 unidades, resultando em 692 emplacamentos em 2015, considerando-se o período de janeiro a outubro. Já a venda de caminhões apresentou queda de 8,67%, com 179 unidades comercializadas.

Para os carros e comerciais leves, as vendas caíram 17,15%, quando comparadas a setembro. Foram vendidos 3.165 automóveis. De janeiro a outubro, foram emplacados 39.218 carros.

MUNICÍPIOS – Entre os municípios paraenses, Belém continua tendo a maior participação no volume de vendas, com pequena participação apenas nas vendas de ônibus. Parauapebas se destacou na venda de comerciais leves, com participação de 8,79%, ocupando o segundo lugar, atrás apenas de Belém, com 24,18%. Os municípios com destaque nos emplacamentos de ônibus foram Ananindeua, Marabá e Barcarena. No setor de automóveis, a capital respondeu por 45,63% dos emplacamentos, seguida do município de Ananindeua, com 8,86% das vendas. Na parte de caminhões, a capital paraense teve 17,88% de participação nas vendas, sendo seguida pelas cidades de Castanhal, que obteve 7,82%, e Ananindeua, que apresentou 6,7% do volume de vendas. Belém também liderou na venda de motocicletas, com 12,92% dos emplacamentos, seguida de Altamira, com 7,68% das vendas.

SETEMBRO – Em setembro o setor apresentou um pequeno crescimento de 0,96%, em relação a agosto. Neste mês, o setor de motos foi o único que apresentou queda, com apenas 6.283 unidades vendidas, representando 3,04%. Em outubro, o setor obteve um fôlego e voltou a crescer.  O maior crescimento em setembro foi no segmento de comerciais leves, com 17,30%, representando 895 unidades vendidas.

 

Evolução das vendas de janeiro a outubro

 

SEGMENTO 2014 2015
Carros 44.411 39.218
Motos 76.549 69.012
Ônibus e Caminhões 3.137 2.342
TOTAL 124.097 110.572
FONTE: Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP)

 

Dados

Publicidade

veja também