Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Vendedor de pamonha é assassinado com dois tiros na cabeça

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Juvenal do Nascimento Sousa, de 44 anos, conhecido por “Irmãozinho da Pamonha”, natural de Altamira do Maranhão (MA), foi assassinado com dois tiros na cabeça a 300 metros da casa dele, em Palmares II, distante cerca de 20 quilômetros do centro de Parauapebas.

O corpo do vendedor de pamonha e de outros tipos de lanche foi encontrado na manhã da última terça-feira (29), ao lado de sua motocicleta.


Milton Teixeira, conhecido de Juvenal Sousa, revelou que a vítima era evangélica e não tinha problemas com ninguém na vila. “Conheço ele e a família. Era homem de bem, trabalhador, honesto e não maltratava ninguém”, informou Milton Teixeira, acrescentando ter visto o amigo pela última vez com vida por volta das 23 horas da noite anterior.

“A gente fica muito sentido por uma situação tão grave acontecer com quem busca uma vida melhor. As famílias pedem socorro para que esse tipo de violência não aconteça mais na nossa sociedade, e que façam justiça, prendendo quem fez isso”, declarou.

Reportagem: Vela Preta/Waldyr Silva

Publicidade

Veja
Também