Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Vereador propõe benefício financeiro para trabalhadores de artes e cultura

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Vereador Luiz Castilho | Foto: Arquivo | Anderson Souza

Preocupado com os efeitos negativos na economia do município, provocados pelo coronavírus, o vereador Luiz Castilho (Pros) apresentou na sessão ordinária desta segunda-feira (6) a Indicação nº 90/2020, sugerindo que o prefeito municipal de Parauapebas encaminhe projeto de lei visando criar benefício financeiro para trabalhadores que atuam nas artes e na cultura nos diversos segmentos artísticos e estejam com suas atividades paralisadas.

Segundo o parlamentar, os operadores de cultura, tais como cantores, músicos, DJ’s, artesãos, pintores, escultores, desenhistas, pequenos empresários do ramo artístico e artistas em geral, vêm sendo prejudicados com suas atividades paralisadas, por conta do isolamento social.


O vereador observa que tais trabalhadores não têm como realizar suas tarefas, pois não há para quem fazer isso, além do que essas categorias trabalham com o entretenimento que, apesar de importante, não é considerado essencial.

De acordo ainda com Luiz Castilho, esses profissionais sentiram seu faturamento se aproximar de zero, principalmente nas atividades que ocorrem com a venda de ingressos e presença de público.

“As medidas de isolamento social e de quarentena, adotadas pelo prefeito e governador, levaram corretamente ao fechamento de cinemas, casas de espetáculos, museus e outras instituições culturais, bem como ao cancelamento de shows e apresentações já agendados e, muitas vezes, com ingressos vendidos”, lamenta o vereador, adicionando que no setor das artes e da cultura os operadores raramente são trabalhadores formais, com carteira assinada.

Por fim, Luiz Castilho diz que o município tem que ter a responsabilidade social de socorrer os diversos segmentos artísticos neste momento crítico, para amparar pais e mães que passam por crise financeira, pois viram da noite para o dia suas rendas chegarem a zero ou a quase isso.

A indicação foi aprovada e será encaminhada ao Poder Executivo para passar por análise de viabilização financeira.

Publicidade

Veja
Também