Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Vereadora sugere construção de UPA no Complexo VS-10

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Duas proposições foram apresentadas pela vereadora Eliene Soares (MDB) na sessão ordinária da Câmara Municipal de Parauapebas desta terça-feira (16), propondo melhorias para os bairros que compõem o Complexo VS 10.

De acordo com a vereadora, o complexo é um importante eixo populacional de Parauapebas, com cerca de 40 mil habitantes espalhados por mais de 25 bairros, sendo a parte da cidade que mais cresce em termos populacionais e sem alguns direitos básicos.


Asfalto e água encanada

Entre os bairros do VS 10, encontra-se o São Lucas ll, onde muitos moradores estão sendo prejudicados com a falta de água encanada, o que os faz dependerem de abastecimento por meio de caminhão pipa, uma tarefa dificultosa, haja vista que nem todas as ruas têm condições de trafegabilidade.

Buracos, lama e poeira têm também dificultado a circulação de pessoas e veículos, principalmente nas ruas Hortência, Régia, Bromélias, Tiago Amaral, Felícia Mendonça, José Gomes, Diolino Lemos e Tamandaré.

Tal situação motivou Eliene Soares a solicitar, por meio da Indicação n° 168/2020, pavimentação asfáltica e instalação de água encanada em parte do Bairro São Lucas II, visando mobilidade e garantia de bem estar e qualidade de vida para os moradores da localidade.

“Nunca é demais lembrar que, segundo a Constituição Federal, é dever de toda prefeitura municipal prover pavimentação de qualidade para as vias urbanas, realizar manutenção, fazer drenagem para a água da chuva e sinalização das ruas, investimentos estes que refletem diretamente na economia, saúde e bem estar da comunidade”, ressaltou a vereadora.

UPA

Já a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Complexo VS 10, Eliene Soares solicitou na Indicação n° 169/2020.

A vereadora enfatiza na proposição a necessidade de aumentar a assistência à saúde na complexidade intermediária na localidade e, consequentemente, diminuir as filas no Hospital Geral de Parauapebas (HGP).

Para Eliene, a construção de mais uma UPA é uma maneira de descentralizar as políticas públicas para universalizar o acesso da população, pois apenas uma UPA não é suficiente para atender às demandas de saúde dos habitantes de Parauapebas.

“Dentre as muitas vantagens que justificam a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento, destacam-se o funcionamento 24 horas, viabilizando aos pacientes o acesso em tempo integral; atendimento universalizado a todos os usuários que buscam assistência médica de complexidade intermediária; resolutividade de até 97% dos casos de urgências e emergências; e triagem e encaminhamento de pacientes, evitando sobrecargas do HGP”, relatou.

Encaminhamento

As duas indicações de Eliene Soares foram aprovadas por unanimidade e serão encaminhadas para o prefeito Darci Lermen, com cópia para os secretários municipais de Obras, Wanterlor Bandeira; de Saúde, Gilberto Laranjeiras; e para o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep), Sérgio Balduíno.

 

Publicidade

Veja
Também