Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Vereadores Eliene Soares e Pavão são entrevistados no “Café com a Imprensa”

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Dando continuidade ao projeto “Café com a Imprensa”, desenvolvido pela Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Parauapebas, na manhã desta quarta-feira (14), os vereadores José Francisco Amaral Pavão (PDT) e Eliene Soares (PT), responderam os questionamentos feitos pelos jornalistas em uma entrevista coletiva.

Na entrevista cedida aos profissionais de imprensa, os parlamentares comentaram sobre vários assuntos, entre eles, a avaliação dos primeiros seis meses do governo do prefeito Valmir Mariano (PSD).


De acordo com a vereadora Eliene Soares, os primeiros meses da gestão de Valmir Mariano, para ela, foram considerados de muita angustia, instabilidade preocupação e um alto índice de corrupções.
“Estou preocupada com a forma que este governo iniciou. Sempre deixei claro que não sou da base governista, porém, quando é para elogiar as coisas boas, com certeza elogiarei, porém, a forma que esse governo do senhor Valmir iniciou, me deixou muito preocupada”, afirmou a vereadora que citou a Secretaria Municipal de Cultura, como uma das que menos atuaram.

Por sua vez, o vereador Pavão, comentou sobre a duplicação da Rodovia Municipal Faruk Salmen, afirmando que irá cobrar da mineradora Vale para que ciclovias sejam acrescentadas no projeto.

Outro assunto comentado pelo vereador do PTB, foi a atual do Secretário Municipal de Planejamento Célio Costa, segundo Pavão, “o tocantinense deixou muito a desejar, e por esse motivo pedimos ao nosso prefeito que tomasse providências em relação à pasta. Agora as coisas estão andando de forma normal, e com certeza, os beneficiados serão os moradores de Parauapebas”, destacou.

Indagado por um jornalista sobre uma suposta denúncia de desvio de rota de tratores da Prefeitura Municipal de Parauapebas na zona rural do município, o parlamentar afirmou que as denúncias não procedem, tendo em vista que os serviços sempre são acompanhados por profissionais sérios e que são instruídos a fazerem apenas as coisas certas. “De janeiro de 2013 para cá, garanto que os tratores estão sendo usados de forma correta”, alertou.

Publicidade

Veja
Também