Publicidade

Vereadores querem que gestor do Saaep dê explicações na Câmara sobre a falta de água

Durante o “grande expediente” na sessão ordinária da Câmara Municipal de Parauapebas desta terça-feira (24), o vice-prefeito de Parauapebas e gestor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saaep), Sérgio Balduíno recebeu críticas sobre a falta de água que atinge vários bairros da cidade, onde moradores relatam que ficam até mais de 15 dias sem o líquido precioso nas torneiras.

O primeiro a tocar no assunto foi o vereador Ivanaldo Braz (sem partido), que pediu para que o presidente da Casa de Leis, vereador Luiz Castilho (Pros), convidasse Sérgio Balduíno para que comparecesse à Câmara de Vereadores para apresentar seu plano de trabalho e falar sobre os problemas da falta de água. “Não tem como ficar 15 dias sem água, isso é desumano e não dá mais para aturar”, relatou Braz.


Vereador Braz (sem partido)

 

Quem também reclamou muito dos serviços prestados pelo Saaep foi o vereador Joel do Sindicato (DEM), ele foi mais além e solicitou que Balduíno fosse convocado para dar explicações aos vereadores e comunidade em geral na tribuna. “Não dá mais para aturar, ele precisa se explicar na tribuna, afinal, essa falta de água é um abuso”, disse Joel.

Vereador Joel do Sindicato (DEM)

 

Após os pronunciamentos dos vereadores, a presidência da Câmara Municipal de Parauapebas não confirmou se irá ou não convocar o gestor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saaep) para prestar esclarecimentos naquela Casa de Leis.

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags

Veja também

Fechar Menu