Zé do Bode sugere debate para que Região do Contestado passe ao domínio do município de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Vereador Zé do Bode (MDB)

Na sessão ordinária de terça-feira (25), o vereador Elvis Silva, conhecido como “Zé do Bode” (MDB), apresentou à Mesa Diretora da Câmara o Requerimento nº 18/2021, solicitando à Casa Legislativa que provoque junto à Prefeitura de Parauapebas, Câmara Municipal de Marabá e Governo do Estado do Pará um debate que busque anexar a região conhecida como Contestado ao município de Parauapebas.

A intenção do vereador é que seja realizado debate para discutir a viabilidade de desmembramento e anexação da Região do Contestado, sem prejuízo dos royalties (Compensação Financeira sobre Extração Mineral-Cfem) arrecadados por Marabá, considerado sua ingerência exclusiva no nosso município.


Conforme alegou Zé do Bode, desde a emancipação de Parauapebas a região está sob o domínio do vizinho município de Marabá, porém, com total ingerência no município de Parauapebas. A situação tem gerado insatisfação dos moradores devido aos serviços públicos dispensados na área.

“Todos os serviços oferecidos ao público, como título de eleitor e local de votação; compras de mantimentos, supermercados e produtos agrícolas; transporte para mobilização urbana; consultas médicas, hospitalares e internações; escolas, creches e educação em geral; inserção do cidadão ao mercado de trabalho para sustento familiar e acompanhamento de atividades agrícolas e rurais para a renda do agricultor são dispensados exclusivamente pelo município de Parauapebas”, revelou o parlamentar.

O legislador ainda ressaltou que os serviços de recuperação de estradas e de pontes, poços artesianos e energia nas vilas também são executados por Parauapebas, muito embora existam alguns contratos de cooperação mútua entre os dois municípios, sendo que nem sempre são cumpridos à risca e deixam as sequelas e o ônus social a Parauapebas, além de prejudicar os moradores da região.

Conhecedores da realidade da comunidade da Região do Contestado, os demais vereadores aderiram rapidamente ao requerimento e se colocaram à disposição para solucionar o entrave na localidade. O requerimento foi aprovado com unanimidade pela Câmara, que promoverá o debate solicitado com os órgãos competentes na intenção de sanar o problema de ingerência e, consequentemente, solucionar a responsabilidade pela oferta dos serviços públicos na área.

 

veja também