Publicidade
Parauapebas

Homens armados invadem Hospital Geral de Parauapebas e paciente é executado a tiros na UTI

Era por volta das 2h40 da madrugada desta segunda-feira (20), quando cinco homens armados de revólveres, pistolas e com os rostos encobertos por capacetes, renderam os seguranças e invadiram as instalações do Hospital Geral de Parauapebas (HGP), e após se dirigirem a um dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), executaram com cerca de 10 tiros o funcionário público Waldomiro Costa Pereira, que se encontrava internado desde o último sábado (18), onde deu entrada após sofrer um atentado à bala em sua propriedade rural que fica localizada em Eldorado do Carajás, onde teria sido abordado por vários indivíduos.

De acordo com informações obtidas pela reportagem, ainda no primeiro atentado em Eldorado do Carajás, após separar homens e mulheres, os desconhecidos atiraram em Waldomiro e em outro homem que segundo informações, seria cunhado dele, sendo que devido à gravidade dos ferimentos, Waldomiro foi encaminhado para o HGP por familiares.

Ainda segundo as informações, na noite de sábado 18, após Waldomiro ter dado entrada no HGP, a Polícia de Parauapebas teria recebido informações de que dois indivíduos estariam rondando a área do hospital na tentativa de entrar para matar Waldomiro que se encontrava na UTI, entretanto, com a chegada de uma viatura da Polícia Militar, os suspeitos deixaram o local, colocando o plano em prática na madrugada desta segunda-feira (20).

Foto de Waldomiro ainda em vida

Através de sua Assessoria de Comunicação (Ascom), a Prefeitura Municipal de Parauapebas emitiu nota e lamentou a morte do servidor público:

“A Prefeitura de Parauapebas manifesta o seu mais profundo pesar pelo falecimento do servidor público Waldomiro Costa Pereira, ocorrido nesta segunda-feira, 20 de março.

No último final de semana, Waldomiro foi vítima de ferimento por arma de fogo em sua propriedade, no município de Eldorado do Carajás. Ele foi encaminhado ao Hospital Geral de Parauapebas (HGP), onde passou por processo cirúrgico, mas na madrugada desta segunda-feira, cinco homens invadiram o HGP, renderam os seguranças, e executaram Waldomiro.

Neste momento de dor e profunda tristeza, a Administração Municipal e todos os companheiros de trabalho da Prefeitura se solidarizam com familiares e amigos de Waldomiro.

O servidor era casado e deixa cinco filhos. O velório de Waldomiro ocorrerá na cidade de Curionópolis”.

Funcionários do HGP foram rendidos pelos homens armados

 

Quem também emitiu nota, foi a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):

“Em relação ao falecimento de Waldomiro Costa Pereira, a direção do Hospital Geral de Parauapebas (HGP) informa que:

O servidor público Waldomiro Costa Pereira deu entrada no HGP no último sábado, 18 de março, por volta das 18h, encaminhado pela própria família. Ele estava com ferimentos na cabeça e em uma das mãos. Após a realização de uma tomografia e raio-X, foram encontrados três projéteis na cabeça e pescoço. Waldomiro passou por cirurgia e, em seguida, foi encaminhado à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para observação.

Na madrugada desta segunda-feira, 20, por volta das 3h, cinco homens fortemente armados, chegaram à entrada do HGP, renderam seguranças, invadiram as instalações do hospital, se dirigiram até o leito do paciente na UTI e efetuaram disparos contra o servidor. Após tentativa sem sucesso de reanimação de Waldomiro, seu corpo foi encaminhado à necropsia do hospital.

No intuito de elucidar esse crime o mais rápido possível, a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, disponibilizará todas as imagens do circuito interno de gravação do hospital para as autoridades policiais”.

Reportagem: Caetano Silva – Freelancer

Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing LTDA-ME
CNPJ: 05.200.883.0001-05 Parauapebas-Pará-Brasil
(94) 3356-0260 | (94) 981342558

Todos os direitos reservados © 2017 Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing Ltda-ME
Desenvolvimento Web: Agência Maktub

To Top