Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Alunos de Parauapebas unem teoria e prática em evento científico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

“O que estamos vendo aqui são verdadeiros cientistas do futuro. A Secretaria de Educação está de parabéns!”, elogiou a professora da rede privada, Josilene Rodrigues, ao visitar a Escola Chico Mendes na última sexta (29) para conferir a programação da 2ª Mostra de Experimentos Científicos, que envolveu as escolas de ensino fundamental da rede municipal.
Idealizado pela Divisão de Ensino de 3º e 4º Ciclos, o evento, em sua 2ª edição, trouxe o tema “Criatividade: Atitude e Conhecimento” e envolveu mais de 200 pessoas, entre alunos, professores e corpo técnico da Semed. A quadra da Escola Chico Mendes ficou pequena para curiosos e apaixonados pela ciência, como é o caso do motorista João dos Santos, que passou a manhã inteira apreciando os experimentos. “Pude observar que a criatividade dos alunos está em alta e a preocupação com o desenvolvimento sustentável também”.

CIÊNCIA APLICADA
Já pensou em aprender química lavando a louça de casa, contemplando espuma de sabão? Ou, ainda, resolver problemas de saneamento básico e canalização de água fazendo uso de água da chuva? Basta uma conversa com os cientistas das escolas campeãs em inovação para ver como existe uma resposta prática para tudo. E sem muita complicação.
Ao todo, 27 experimentos foram desenvolvidos e apresentados por estudantes de 23 escolas, nove destas premiadas. Foram trabalhos originais e fruto de inspirações didáticas. Tudo visto em sala de aula. Entre as unidades de ensino que foram destaque e alcançaram as primeiras colocações estão: Cecília Meireles, com suas reações químicas; Benedito Monteiro, com a apresentação da mão biônica; e Novo Horizonte, com a minicisterna.


OPORTUNIDADE
Para Maria Clara Miranda, aluna do 9º ano da Escola Cecília Meireles, campeã da Mostra, a programação oportuniza a junção de teoria à prática. “Aprendermos o conteúdo teórico e somos estimulados a colocá-lo em prática nos experimentos. É um grande desafio que superamos. Estou muito feliz com o resultado.”
Segundo a secretária municipal de Educação, Juliana de Souza, “Os estudantes são incentivados à busca de novos conhecimentos, seja por meio da própria escola, pesquisas ou grupos de estudos, com o objetivo de oferecer o melhor durante a Mostra. Eles estão de parabéns! Torço para que essa prática de estudar mais, pesquisar mais e fazer melhor ocorra também no dia-a-dia de cada um”, orgulhou-se Juliana.

ESCOLAS PREMIADAS

1º LUGAR
E.M.E.F. Cecília Meireles – Reações Químicas
E.M.E.F. Benedito Monteiro – Mão Biônica
E.M.E.F. Novo Horizonte – Minicisterna

2º LUGAR
E.M.E.F. Carlos Henrique – Mecaseri Móvel
E.M.E.F. Eduardo Angelim – Guindaste Hidráulico
E.M.E.F. Chico Mendes – Mão Biônica

3º LUGAR
E.M.E.F. Terezinha de Jesus (Anexo II) – Transformador de Solda
E.M.E.F. Primavera II – Gerador Eletrostático de Van de Graaff
E.M.E.F. Plácido de Castro – Robô-Guindaste Hidráulico

Reportagem e foto: Messania Cardoso

 

Publicidade

Veja
Também