Após “tocar o terror” em Parauapebas, elemento é morto pela polícia em Canaã

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Geraldo Gonzaga de Abreu Júnior e Victor Gabriel Siqueira Conceição foram presos, suspeitos de praticar assaltos em Parauapebas (Reprodução/ Debate Carajás)

Um homem morreu durante uma intervenção policial no município de Canaã dos Carajás, sudeste do Pará, na tarde de quarta-feira (4). De acordo com informações da Polícia Militar, Albert Fernandes Trindade seria suspeito de praticar assaltos e teria apontado uma arma de fogo para os policiais durante uma abordagem à sua residência, localizada no bairro Vale Verde. Outros dois homens, identificados como Geraldo Gonzaga de Abreu Júnior e Victor Gabriel Siqueira Conceição foram presos, suspeitos de envolvimento em roubos.

A PM informou que o trio estava a caminho de Canaã dos Carajás, a bordo de um Fiat Siena branco, mas o carro, que era alugado, vinha sendo rastreado pelos policiais. O bando é suspeito de realizar vários assaltos no município vizinho de Parauapebas. Quando eles pararam em um imóvel, na rua Santa Rita, a guarnição fez a abordagem, procurando por drogas e objetos de possíveis vítimas dos assaltantes.


Ao ser presa, a dupla teria informado aos militares que os produtos roubados estavam com o comparsa Albert Trindade, em uma casa na rua Círio de Nazaré. De imediato, a PM foi até o endereço informado. Dentro do imóvel, o homem teria apontado um revólver calibre 38 para os agentes, momento em que um cabo acertou um tiro de calibre 12 no suspeito.

Albert ainda chegou a ser socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu minutos depois de dar entrada no Hospital Municipal de Canaã dos Carajás. Na delegacia, a polícia constatou que a arma, na verdade, era um simulacro. O trio foi preso e está à disposição da Justiça.

veja também