Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Assistência técnica da Sempror garante bons resultados para produtores rurais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Produtores rurais de Parauapebas começam a colher bons frutos depois de receberem assistência técnica diária da prefeitura, por meio da Secretaria de Produção Rural (Sempror). Na Vila Sanção, localizada cerca de 60 quilômetros do município, os resultados se mostraram acima do esperado na primeira quinzena deste mês em diversos tipos de produção.

Está sendo assim com o projeto de piscicultura implantado em agosto de 2017 quando a Sempror, em parceria com a Vale, deu início à criação da espécie de peixe tambatinga – resultado do cruzamento induzido entre a fêmea do tambaqui e o macho do pirapitinga.


A hibridização de peixes é uma técnica utilizada para garantir animais com crescimento mais rápido, mais resistente a doenças e mais tolerante às condições climáticas, o que resulta em uma produção rentável se forem utilizadas técnicas corretas de cultivo.

Valdeci Souza da Silva, 50 anos, está entre os produtores treinados e selecionados para participar do projeto. Ele e a família receberam filhotes de tambatinga, além de ração e acompanhamento técnico, e, em apenas cinco meses, já possui condições de comercializar a produção.

Segundo o zootecnista Rafael Campelo, o resultado, constatado por meio de biometria realizada periodicamente, foi melhor do que o esperado: “Na propriedade do seu Valdeci, a produção está sendo satisfatória exatamente porque ele seguiu à risca a orientação técnica”, frisa Campelo.

O produtor concorda e reconhece o quanto o apoio da Sempror está fazendo a diferença: “Antes, quando a gente não sabia a forma correta de criar o peixe, nós levávamos até dois anos para o animal ficar do mesmo tamanho que está hoje em poucos meses. Devo tudo ao apoio técnico que recebi”, agradece Valdeci.

VALOR COMERCIAL

Roberto Carlos, produtor de milho, também comemora o bom andamento da plantação em sua propriedade. Ele atribui o sucesso ao trabalho feito pela Sempror: “Aqui a gente recebeu desde a assistência técnica à mecanização, adubo, semente e até a plantadeira; agora é só esperar pela colheita”, enumera o satisfeito agricultor.

O maior propósito da prefeitura é garantir condições adequadas aos pequenos produtores como Valdeci Souza e Roberto Carlos, pois ambos estão inseridos em projetos agrícolas e recebem conhecimento técnico, sendo este último considerado como o maior empecilho para a produção no campo crescer.

Agora, enquanto o agricultor Roberto Carlos aguarda pela colheita, Valdeci já planeja investir na piscicultura a renda que será obtida com a comercialização do tambatinga. Ambos estão inseridos no Programa de Desenvolvimento Rural lançado pela Sempror, com propostas para a agricultura familiar. Outros agricultores continuam sendo beneficiados com calcário, adubo e gradeamento, além da mecanização do solo e orientação técnica.

O secretário de Produção Rural, Eurival Martins, em reunião com outros agricultores da Vila Sanção, explicou que o objetivo do governo é fazer com que a produtividade ganhe valor comercial: “É agregar valor produtivo, por isso é tão importante impulsionar a produção e garantir qualidade no produto local para que isso se transforme em renda para as famílias do campo”.

Reportagem: Jéssica Diniz

Publicidade

Veja
Também