Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Atendimentos no setor de TFD terá horário estendido a partir do próximo dia 15

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) comunica que  durante o período de isolamento imposto para tentar conter as transmissões do novo Coronavírus e evitar aglomerações, a equipe do setor de Tratamento Fora do Domicílio (TFD), estará a partir da próxima segunda-feira, 15, atendendo em horário estendido das 07h às 18h. O atendimento ao público será de 7h às 12h e 13h às 16h. A Diretoria de Regulação, Controle e Avaliação (DIRCA), fica localizado na Rua 09, Nº 158, no bairro Cidade Nova.

De acordo com a enfermeira Nhirly Brito, representante da Diretoria de Regulação, Controle e Avaliação (Dirca) da SEMSA, o objetivo é evitar aglomerações em período de pandemia. “Evitar aglomerações é uma das principais formas de prevenir a disseminação do novo Coronavírus. Isso porque ele tem um poder de transmissão bastante efetivo e se dá por meio de várias formas, como o toque das mãos, a circulação no ar ou por meio de gotículas em ambientes que contenham pessoas infectadas, entre outros. Para isso, iremos estender os horários de atendimento, para que as pessoas possam ser distribuídas ao longo do dia”.


O Tratamento Fora de Domicílio – TFD

O Tratamento Fora de Domicílio – TFD, instituído pela Portaria nº. 55/99 da Secretaria de Assistência à Saúde (Ministério da Saúde) é um instrumento legal que visa garantir, através do SUS, tratamento médico a pacientes portadores de doenças não tratáveis no município de origem quando esgotado todos os meios de atendimento. Assim, o TFD consiste em uma ajuda de custo ao paciente, e em alguns casos, também ao acompanhante, encaminhados por ordem médica à unidades de saúde referenciada em outro município ou Estado da Federação, quando esgotados todos os meios de tratamento na localidade de residência do mesmo, desde que haja possibilidade de cura total ou parcial, limitado no período estritamente necessário a este tratamento e aos recursos orçamentários existentes.

Destina-se a permitir o fluxo dos pacientes que necessitem de assistência médicohospitalar cujo procedimento seja considerado de alta e média complexidade eletiva, por isso a necessidade de organização dos fluxos de encaminhamentos de acordo com a proposta de regionalização de cada Estado.

Publicidade

Veja
Também