Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Banhistas poluem Rio Parauapebas em balneários

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Veiculada no G1 dia 12 de julho de 2012, a matéria assegura que Balneários públicos de Parauapebas, estavam impróprios para banho. A informação é do Corpo de Bombeiros, sob a alegação que as áreas não oferecem condições seguras para os banhistas por não apresentarem boas condições de segurança à população.

De lá para cá nada foi feito nas respectivas áreas nem pelo poder privado ou público, o que significa dizer que tudo continua igual. A equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar foi conferir a atual realidade dos balneários e visitou um localizado no encontro das águas do Igarapé do Gelado com o Rio Parauapebas, próximo ao Clube City Park, lugar bem frequentado pela população nos fins de semana e que é conhecido popularmente como “City Liso”. O que encontramos ali foi clara agressão ao meio ambiente devido muito lixo deixado pelos banhistas: embalagens e vasilhames de bebidas, garrafas pet’s, sacolas plásticas, embalagens de carvão usado para assar carnes, fraldas descartáveis etc., tudo deixado às margens dos rios e que com as águas das chuvas logo é arrastado para o leito. O local não conta com nenhuma ação do poder público em se tratando de coleta dos resíduos ali deixados, nem serviço de urbanização, o que deixa a entender que a depredação dos mananciais é contínua.


Nota-se que o local é perfeito para se criar balneários urbanizados com praias artificiais; brigadas de bombeiros civis; trailer para a Secretaria Municipal de Saúde; trailer para comercialização de bebidas e alimentos; lixeiras para coleta dos resíduos gerados no local e ainda campanhas de conscientização para a manutenção do local limpo. Iniciativas que atrairiam pessoas para Parauapebas, além de manter aqui a própria população que deixaria de procurar alternativas de lazer em municípios vizinhos; o que consequentemente movimentaria todo o comércio local: hotéis, restaurantes, postos de combustíveis, lava-jatos etc.

Na mesma situação se encontram vários balneários no entorno da cidade de Parauapebas, podendo se citar o Ilha Tropical, no bairro Liberdade e outros ao longo da VS-10.

Outro lado

Procurado pela nossa equipe de reportagens, o Secretário Municipal de Meio Ambiente de Parauapebas, Gesmar Rosa, disse que já existe projetos para urbanizar os balneários, porém apresentou como medida paliativa o mapeamento dos locais e se comprometeu em enviar ofícios à SEMURB (Secretaria Municipal de Urbanismo) para que esta inicie a coleta dos resíduos evitando assim a poluição do rio.

Reportagem e fotos: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também