Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Bragantino faz a festa no Rosenão e Parauapebas cai na tabela do Parazão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

“Faltou atitude e sobrou desorganização ofensiva”. Essas foram as principais causas apresentadas por Léo Goiano, técnico do Parauapebas Futebol Clube. Ele reconhece que muitas jogadas boas foram feitas, mas desperdiçadas várias chances de gols.

Pelo tom, Léo não estava muito conformado com a atuação de sua equipe, e garante que, mesmo sabendo se tratar de um forte adversário, tudo foi planejado e estudado em relação à forma que jogava o time a ser enfrentado.


Outra falha grave reconhecida por Léo Goiano, trata-se da desorganização, uma equipe espalhada e sem marcação encima do adversário. “Isso saiu do controle e não foi mais possível retomar, já que não matamos a partida quando ainda podíamos. O adversário soube jogar em nossa falha com contra ataques perigosos e levou a melhor”, reconhece Léo Goiano.

As declarações do técnico foram feitas logo após a derrota do Parauapebas que jogou na tarde de ontem (4) contra o Bragantino, tendo como resultado 4 a 2, partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Paraense.

Mesmo atuando fora de casa, o Tubarão do Caeté largou na frente no placar com gol de Ronny. Mas o Parauapebas chegou a igualdade com gol do atacante Luís Fernando.

Na volta do intervalo, o Bragantino chegou ao segundo gol com Romarinho, porém, Maninho deixou tudo igual. O Tubarão estava bem na partida e chegou ao terceiro com Felipe Maracanã. Três minutos depois, Paulo de Tárcio fechou a vitória dos visitantes, em 4×2.

Com o resultado, o Bragantino segue na terceira posição do grupo A1 do Parazão com nove pontos. Já o Parauapebas caiu para a quarta colocação do grupo A2 com cinco pontos.

Na próxima rodada, o Bragantino recebe no dia 17 de fevereiro (sábado) o Remo no estádio Diogão, em Bragança. Já o Parauapebas enfrenta no dia 18 de fevereiro (domingo) o Paysandu, no estádio Rosenão, em Parauapebas.

“Agora é levantar a cabeça e corrigir o que precisa dentro do elenco. Nada está perdido, afinal, ainda falta o segundo turno da competição”, incentiva Léo Goiano, lembrando que a próxima partida acontecerá em casa, no Estádio Rosenão, onde o Parauapebas Futebol Clube enfrentará o Paysandu.

 

Reportagem: Francesco Costa e Futebol do Norte

Publicidade

Veja
Também