Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Brasil é Tetracampeão da Copa das Confederações

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A seleção brasileira conquistou neste domingo (30), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, o seu quarto título de Campeão da Copa das Confederações, ao vencer a Espanha por 3 a 0, proporcionando festa aos mais de 70 mil torcedores, que lotaram o estádio do Maracanã.

Confira como foi o lance a lance da decisão


Logo no começo, o hino nacional inspirou os onze jogadores em campo e logo aos dois minutos, Fred deu alegria aos 170 milhões de brasileiros. Após falha da zaga, o atacante ajeitou com a barriga e deitado apenas deu um chute certeiro para abrir o placar. Brasil 1 a 0.

O Brasil procurava impor seu ritmo em campo, mas acabava perdendo oportunidades de gol. A “Fúria”, aos poucos oferecia perigo ao goleiro de Júlio César e quando a bola passava do arqueiro brasileiro, David Luiz salvou a pátria. Após chute de Pedro, o zagueiro tirou a bola do rumo das redes e evitou o empate espanhol.
Azar de Pedro, sorte de Neymar, que na inteligência saiu do impedimento e chutou forte para marcar o segundo gol brasileiro, para a festa da torcida, que ainda de forma tímida começava a fazer a festa no Maracanã

Mal o segundo tempo começou e Fred, sem força, mas com jeito colocou para longe a desconfiança e aproximou mais uma taça para o Brasil, que marcava 3 a 0. Aos gritos de olé, a Espanha tentava cair de pé, diante da seleção brasileira. Ainda conseguiu uma penalidade, mas Sérgio Ramos chutou para fora, o gol de honra espanhol.
Ainda deu tempo para Pique ser expulso, ao fazer falta em Neymar e Marcelo não coroar uma troca de passes, com um belo gol. Ao final, Thiago Silva levantou o caneco e fez a festa com os torcedores, numa festa que ainda teve Júlio César como goleiro menos vazado, Neymar e Fred recebendo as chuteiras de bronze e prata, além de Paulinho receber a bola de bronze e Neymar recebeu a bola de ouro, como melhor jogador da Copa das Confederações.

FICHA TÉCNICA

BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho (Hernanes) e Oscar; Hulk (Jadson), Fred (Jô) e Neymar.
Técnico: Luis Felipe Scolari

ESPANHA: Casillas; Arbeloa (Azpilicueta), Piqué, Sérgio Ramos e Alba; Busquets, Xavi e Iniesta; Pedro, Fernando Torres (David Villa) e Juan Mata (Jesus Navas).
Técnico: Vicente Del Bosque

Árbitro: Bjorn Kuipers (HOLANDA)

Publicidade

Veja
Também