Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Com baixa nas chuvas, queimadas começam a surgir em Parauapebas e região

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Já é praticamente tradição. Após o período de inverno e com a chegada do verão amazônico, as queimadas que se concentram nas zonas urbanas e rurais de Parauapebas e região começam a surgir, e com elas, logo aparecem as doenças respiratórias que atingem principalmente crianças e pessoas idosas.

Conscientização


Antes mesmo do inverno chegar ao seu fim em 2018, a Prefeitura Municipal de Parauapebas, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), lançou a campanha educativa denominada “A escolha é sua”, alertando que queimada é crime ambiental de acordo com a Lei Federal 9.505 de 12 de fevereiro de 1998, porém, apesar da conscientização, é cada vez mais comum se observar na região várias queimadas que acabam matando vários animais indefessos e encaminhando várias pessoas para atendimentos médicos.

As queimadas

Conhecido por ser o país com o maior número de florestas e sistemas fluviais em um território rico em recursos naturais, o Brasil é considerado por muitos cientistas como a nação do futuro. Mas nem todas as estatísticas são satisfatórias, as queimadas, por exemplo, são ameaças frequentes para a sua população, a fauna e a flora.

As queimadas no Brasil são provocadas, principalmente, pelo setor agrícola, na limpeza de terreno, cultivo de plantações ou formação de pastos. As cinzas deixadas pelas queimadas deixam o solo mais produtivo, porém esta situação não é permanente, após a incidência do fogo o solo volta ao estado normal e fica mais suscetível a erosões e pragas, por isso, as queimadas não possuem nenhum benefício para natureza.

Embora a ação do homem seja a causa principal das queimadas, elas também acontecem por meio de descargas elétricas e reflexão de vidros. O grande problema desta prática é que o fogo alastra-se com grande velocidade e quando perto de florestas podem destruir rapidamente quilômetros de áreas verdes que se tornam improdutivas e este é apenas um dos prejuízos que as queimadas causam ao meio ambiente.

 

Conheça as principais consequências das queimadas no Brasil:

Aumento da liberação de dióxido de carbono, uma das principais causas do aquecimento global;

Destruição de habitats naturais;

Erosão no solo;

Aumento do buraco na camada de ozônio;

Perda da absorção do solo, aumentando os índices de inundações;

Poluição de nascentes, águas subterrâneas e rios por meio das cinzas;

Extinção de espécies (fauna e flora);

Destruição de infraestruturas.

É inegável que as queimadas no Brasil são nocivas para o meio ambiente em uma situação macro, em que todas as espécies de seres vivos são prejudicadas. Fazer com que estas práticas sejam minimizadas ainda é um desafio, visto que envolve a cultura agrícola que ainda é muito forte em alguns locais. É preciso que este setor entenda que as queimadas não trazem benefícios para a agricultura, muito pelo contrário, como vimos, as queimadas geram diversos prejuízos ambientais.

Publicidade

Veja
Também