Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Com pátio do DMTT completamente lotado, veículos deverão ir a leilão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Um número não mensurado de veículos que se acumulam em um pátio nos últimos treze anos. Assim é a situação do “depósito” do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte de Parauapebas (DMTT), que não tem mais espaço para receber veículos; e promover um leilão é a única maneira para o esvaziamento.

De acordo com Cleiton de Alexandria, Coordenador Administrativo do DMTT, muitos dos veículos são sucatas, carros queimados, batidos, motos depenadas e diversos sem condições de uso; provenientes de apreensões em blitz por documentação irregular ou falta dela; outros são objetos de crime tendo sido usado para cometer assaltos, homicídios ou tomados de assalto. “Precisamos fazer um cadastramento de tudo o que temos lá, separando o que ainda dá para leiloar e o que só serve para siderúrgica transformar em aço”, afirma Cleiton, dando conta que só há cinco anos o departamento foi informatizado e que os veículos apreendidos antes deste prazo não constam no novo sistema.


Ainda segundo Cleiton, muitos veículos estão em condições tão irregular, em relação a multas ou atraso na documentação, que o dono avalia não ser mais lucro quitar os débitos somados às diárias de pátio e retirá-los, por isso os abandonam. Mas para facilitar a situação, o DMTT, a partir de 70 diárias, cobra apenas 10% do valor de mercado do veículo de acordo com a tabela FIP, para auxiliar o proprietário a retirar o veículo.

 

A boa notícia dada pelo departamento é que o leilão acontecerá, mas para isso é preciso renovar o convênio com o DETRAN-PA, ato que já está sendo feito. Em seguida a Secretaria de Fazenda (SEFAZ), cuidará dos trâmites vendo a viabilidade, contratando a empresa e publicando o edital, para depois estipular data.

Além dos inúmeros veículos acumulados no pátio municipal, há ainda diversos no pátio do DETRAN, além de inúmeros temporariamente na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, que, após cumprir os tramites de praxe, são levados para o DMTT.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também