Publicidade

Compra de materiais e insumos movimenta economia de municípios do sudeste do Pará

Onze malharias e ateliês localizados em comunidades de Parauapebas, Marabá, Canaã dos Carajás e Ourilândia do Norte produziram máscaras artesanais de tecido que serão distribuídas para empregados próprios e terceirizados que atuam nas unidades operacionais da Vale e, também, para os seus familiares.

A compra destes materiais e de outros insumos no comércio local tem movimentado a economia e valorizado microempreendedores e fornecedores sociais nas comunidades onde a empresa atua. No total, 102 costureiras foram envolvidas na produção das máscaras.


Os ateliês foram implantados a partir de projetos sociais para a geração de renda
incentivados pela Vale no sudeste do Pará.

 

 

Costureiras da comunidade de Vila Bom Jesus produzem máscaras caseiras

 

 

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags

Veja também

Fechar Menu