Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Decreto federal aponta atividade minerária como serviço essencial no país

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O governo federal, através do Ministério de Minas e Energia, baixou um decreto considerando a atividade de mineração como essencial. O presidente do Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral), José Fernando Gomes Júnior, anunciou que o setor já tomou providências para garantir a segurança e o bem-estar de todos, seguindo o protocolo do Ministério da Saúde.

O presidente do Simineral também destacou a contribuição de mineradoras no combate à pandemia:


Vale – Doou 5 milhões de kits de testes rápidos ao Governo Federal, que serão divididos para os estados, entre eles o Pará. A Vale doou ao Pará 100 toneladas de insumos como álcool em gel 70%, sabão e detergente líquido.

Mineração Rio do Norte – A Diretoria Executiva da MRN determinou a suspensão de diversas atividades internas e na comunidade de Porto de Trombetas durante o período da pandemia.

Phosfaz – Entregou à Secretaria Municipal de Saúde de Bonito (PA), 1.600 máscaras, 50 óculos de proteção e 1 termômetro digital, para a prefeitura do município utilizar nas ações de enfrentamento ao novo Coronavírus.

Alcoa – Em Juruti (PA), a Alcoa doará reanimadores e ventiladores pulmonares, desfibriladores, bombas de infusão, oxímetros, kits laringoscópios, entre outros equipamentos especializados. Também serão doados camas hospitalares mecânicas, carros-maca, suportes para soro, ar-condicionados e tenda para triagens, além de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e kits de testes para identificação da Covid-19.

Hydro – Assinou acordo com o Governo do Estado para doar R$ 5 milhões, que serão usados para apoiar a instalação de quatro hospitais de campanha no Pará no combate à Covid-19. Os leitos dos hospitais serão divididos entre as regiões com alta concentração populacional: Belém e as cidades de Marabá, Santarém e Breves, na ilha do Marajó.

Publicidade

Veja
Também