Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Despedida Lenilda Cavalcante será na tarde desta terça-feira (5) em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Familiares e amigos farão, na tarde desta terça-feira (5), uma cerimônia de despedida de Lenilda Cavalcante Andrade, de 36 anos. Será, às 16 horas, na Igreja de São Raimundo, na Rua Belém, no Bairro Primavera, em Parauapebas, no sudeste paraense. A informação foi confirmada, na manhã desta terça-feira, por um primo de Lenilda, Paulo Ramos. Ela morreu após o rompimento da barragem da empresa Vale, localizada na cidade de Brumadinho (MG). No domingo (3), técnicos do Instituto Médico Legal (IML) em Minas Gerais confirmaram, por meio de exame de DNA, a morte de Lenilda.

O corpo dela foi cremado. A opção pela cremação, que não era vontade de sua família, foi necessária por conta do estado do corpo da paraense. Em nota, o Governo do Pará lamentou, no domingo (3), a morte da paraense e afirmou que, desde os primeiros dias da tragédia, acompanha o caso e articula esforços entre Defesa Civil e o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves no Pará, com os órgãos de Minas Gerais com o intuito de dar apoio aos parentes da vítima.


Lenilda era técnica em Planejamento e trabalhava há dez anos como empregada da mineradora. Natural de Tucuruí, ela começou na Vale em Parauapebas, e há quase três anos foi trabalhar no setor administrativo da Mina do Feijão, em Brumadinho (MG). Lenilda deixa um filho de 16 anos.

Somente depois das cerimônias de despedida é que seus familiares vão avaliar se adotarão alguma medida jurídica em relação à tragédia.

Publicidade

Veja
Também