Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Dia Mundial da Conscientização do Autismo é marcado com carreata pelas ruas de Parauapebas

A Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e da Coordenadoria Municipal da Pessoa com Deficiência (Comped), realizou na tarde do último sábado, 2, a “Carreata Azul” para marcar o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. Diversos carros e motos enfeitados com balões azuis e personagens infantis saíram da portaria no bairro Cidade Nova até o estacionamento da prefeitura.

“Esse dia é um marco para o município de Parauapebas, principalmente para os segmentos de pessoas com deficiência no que se refere ao autismo. Hoje é o Dia Mundial do Autismo e a Comped está apoiando essa ação que faz parte do nosso planejamento que está sendo executado”, disse Edivaldo Lima, coordenador da Comped.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), há cerca de 70 milhões de pessoas autistas no mundo, sendo dois milhões no Brasil. Com o tema “Lugar de autista é em todo lugar”, a carreata contou com a parceria do Instituto Vi Autismo, Instituto Mães Azuis de Parauapebas (Imap) e Associação de Pais e Amigos dos Autistas (Apaut), que são organizações não governamentais (ONGs) que trabalham em prol das pessoas autistas.

Anderson de Jesus, da Apaut, lembrou que o Dia Mundial do Autismo, comemorado em 2 de abril, foi marcado em 2007 pela Organização das Nações Unidas (ONU) para alertar e informar a sociedade sobre esse tipo de transtorno e, assim, derrubar preconceitos.

“E hoje aqui em Parauapebas a gente está tendo um marco, com uma carreata do tamanho que está sendo para demonstrar para o município a importância que nós temos e que os nossos filhos têm. É uma maneira de a gente estar buscando mais políticas públicas, tanto na área da educação quanto na área da saúde. É é isso que nós queremos para os nossos filhos: respeito, compreensão e aceitação”, pontuou Anderson.

O evento foi destinado aos pais dos autistas. Ao lado dos filhos, eles participaram de uma vasta programação que contou com cachorros terapêuticos e com o acender das luzes na prefeitura em tom azul, cor que representa o autismo pelo fato de a maioria das pessoas diagnosticadas com o transtorno ser do sexo masculino – quatro meninos para cada uma menina.

A cor azul foi destacada também na Câmara Municipal e no Partage Shopping. Já o símbolo do autismo, o quebra-cabeça, esteve nas mãos das pessoas durante a carreata para simbolizar a ideia de que os autistas são difíceis de compreender como um quebra-cabeça e que não podem ser excluídos.

“A nossa associação é responsável por ajudar as mães que descobrem o autismo e precisam de apoio emocional, apoio social e a gente está aqui pra ajudar. Hoje, no dia Mundial da Conscientização do Autismo, a gente veio pra cá unidas, para poder mostrar para as pessoas a importância da conscientização do autismo”, frisou Glenda Fantin, membro da Associação Mães de Sangue Azul.

A programação segue nesta terça-feira, 5, com o cinema incluso para 50 pessoas; na quarta-feira, 6, com o passeio inclusivo no zoológico; e na quinta-feira, 7, palestra e momento cultural para os pais no Centro Cultural, com a presença do padre Patrick, secretarias e ONGs.

Projeto Canguru

Criado em 2021, o Projeto Canguru é o primeiro desenvolvido pela Comped voltado totalmente para as famílias com autismo. Além das crianças, os pais e cuidadores também recebem atendimento de psicólogos, na própria residência.

O projeto foi criado durante a pandemia da covid-19, que deixou as famílias presas dentro de casa: de um lado, crianças autistas agoniadas e, de outro, mães com muitas dificuldades em cuidar dos filhos e de se cuidar ao mesmo tempo. O trabalho vem funcionando e dando bons frutos, conforme relato das mães.

O “Canguru” conta ainda com uma assistente social, responsável por, em caso de necessidade, encaminhar as famílias a qualquer outro tipo de atendimento dentro da assistência social, dependendo da situação da família assistida pelo projeto.

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Leia também no Portal Pebinha de Açúcar:

Deixe seu comentário