Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Em Parauapebas, justiça determina transferência de paciente para leito de alta complexidade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Hospital Geral de Parauapebas (HGP)

A Justiça Estadual determinou nesta terça-feira (6) a transferência de paciente para hospital de referência capaz de realizar exames de avaliação de medula óssea. A decisão acatou pedido feito na última sexta (2) pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPPA).

A ação foi proposta pelo promotor de Justiça Mauro Guilherme Messias dos Santos. Segundo denúncia, a paciente estaria internada no Hospital Geral de Parauapebas (HGP) desde o início de setembro, com sangramentos uterinos fora do período menstrual e baixa quantidade de células de defesa contra fungos e bactérias. Isso aumenta o risco e a gravidade de infecções que a paciente possa ter.


Segundo o promotor, a Ação Civil foi a única forma que restou para resolver a situação, já que as entidades envolvidas “não adotaram as providências que lhe cabiam em prol da saúde da paciente, que se encontra em estado grave segundo laudo médico”, explica  Mauro Messias.

Na decisão, o juiz determina a transferência da paciente para leito de alta complexidade em hospital de referência hematológica, para que sejam realizados o exame mielograma e biópsia de medula óssea.

Anteriormente, a Promotoria tentou contatar os entes públicos envolvidos, enviando ofícios e através de ligação telefônica, entretanto nenhuma providência foi tomada pelo Estado do Pará ou pelo Município de Parauapebas.

Publicidade

Veja
Também