Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Em Parauapebas, mulher mata o companheiro, avisa a família dele e some na madrugada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

“Vai lá. Eu acabei de matar teu primo”. Foi o que disse Paloma de Souza Silva a Ronaldo Custódio da Silva, primo do marido dela, Vanderlei Barbosa da Silva, 20 anos, na madrugada deste domingo (23). Depois do aviso, a mulher, que carregava no colo o filho de cinco meses, desapareceu na escuridão.

Atordoado, Ronaldo procurou a Delegacia de Polícia Civil e comunicou à Polícia Militar. Ao chegarem ao endereço em que havia acontecido o mariticídio (assassinato do marido pela mulher), o primo do morto e outros parentes já se encontravam no local. Com a permissão deles, os PMs arrombaram a porta do quarto em que o casal morava, na Rua O, Bairro União. Vanderlei foi assassinado com várias facadas e a arma do crime deixada no banheiro, na tampa do vaso sanitário.


Ronaldo, que mora na Rua M, no mesmo bairro, contou que, após ter recebido o comunicado macabro, ainda assustado procurou a chave do portão, mas, quando conseguiu abrir, Paloma já havia desaparecido, com o sobrinho dele, na madrugada. O primo de Vanderlei contou que o rapaz havia chegado do Ceará tinha dois meses e que estava trabalhando como vendedor de produtos de limpeza. Enquanto Paloma e o bebê estavam em Parauapebas havia oito dias. O motivo do crime, por enquanto, é um mistério, para a família da vítima e para a polícia. O casal estava junto havia um ano.

Publicidade

Veja
Também