Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Em sessão “morna”, vereadores não economizam críticas ao Governo Valmir Mariano

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na Sessão Ordinária realizada na terça-feira, 9, a “tribuna tirou férias”, pois nenhum dos vereadores fez uso dela no grande expediente quando cada um dos inscritos tem direito a 10 minutos.

Só no pequeno expediente, quando os inscritos fazem uso da palavra por cinco minutos para explicações, alguns vereadores se arriscaram em falar e como quase sempre acontece, o público se dividiu em vaias e aplausos.


Confira as falas mais polêmicas ouvidas naquela sessão:

Vereadora Eliene Soares
Vereadora Eliene Soares

Eliene Soares (PT): “Fizemos o que estava ao nosso alcance. Através do grupo de vereadores de oposição, fomos em todos os órgãos, fizemos as denúncias sempre acreditando. Quero reafirmar o que já tenho dito: Eu acredito na Justiça de Deus e também na justiça que está aqui. Quero aqui no nome do Doutor Nelson Medrado parabenizar as autoridades pelo trabalho que estão fazendo aqui no Município.
Enquanto as pessoas não acreditavam nos mantemos firmes e acreditamos.
Não adianta cobrar nada mais da Câmara, pois o trabalho de vereador é esse mesmo: aprovar requerimento e projeto de Leis; denunciar o que está acontecendo.
Agora é hora de esperar. Estamos ansiosos para que aconteça a justiça no tempo dela”.

Vereador Miquinha
Vereador Miquinha

Israel Pereira Barros (PT): “Quero falar da situação em que nosso município hoje está passando que não é fácil. Sabemos da crise que atravessa o Brasil e também no Governo do Estado e agora o nosso município que vive um momento de crise profunda principalmente na política e a gente não vê uma reação por parte do poder público para resolver o mínimo do mínimo.
O problema de nossos bairros mergulhados na sujeira, no lixo. E outra questão que não tem mais jeito; será que precisaremos fazer “vaquinha” para recuperar as estradas vicinais?
Não dá mais para você andar dois, três quilômetros. Imagine o tanto de estradas rurais que temos!
Me lembro que em reunião com a presença de vereadores e secretários de governos na Vila Brasil, o prefeito Valmir Mariano disse que o contestado tinha dois prefeitos. Mas agora digo o contrário: não tem nenhum! Moro na Palmares e posso garantir que se a gente sair do asfalto não consegue rodar de jeito nenhum. Então não dá pra entender porque que as coisas são assim. E em Parauapebas, infelizmente, a situação está precária”.

Vereador Bruno Soares
Vereador Bruno Soares

Bruno Soares (PP): “Já farei um reclame e na próxima sessão apresentarei requerimento pedindo providências. Trata-se da situação da Praça da Juventude no Bairro Populares II. Problema que já foi veiculado em veículos de comunicação mostrando que aquele logradouro está fora das condições de uso para a comunidade que tanto precisa do local de entretenimento.
Vamos investigar o que aconteceu. Se o material foi de má qualidade ou se foi depredado pela própria comunidade“.

DSC_0803
Vereador Josineto

Josineto Feitos (SDD): “Há algum tempo estamos alertando da problemática que vem acontecendo, mas não esperava que iria chegar ao ponto que chegou. E hoje não é só as estradas da zona rural, não. Quero saber o que ainda funciona neste município, que até agora não estou vendo?!
O negócio está tão escrachado que um secretário de governo foi na Rádio Arara Azul botar culpa no povo, dizendo que as ruas estão sujas porque o povo de Parauapebas é mal educado e disse que a culpa do lixo na rua é do povo.
O sujeito vem não sei de onde, leva nosso dinheiro, mora em nosso município e ainda culpa o povo dizendo que se a cidade é suja, é porque o povo é quem suja a cidade. Aí fico me perguntando: até quando nós moradores vamos nos submeter a esses forasteiros que vêm para cá ridicularizar os moradores de Parauapebas?
É isso que quero entender e não deixar que um irresponsável desse vá em um veículo de comunicação para dizer que a culpa da sujeira das ruas de Parauapebas é do povo”.

Vereadora Luzinete
Vereadora Luzinete

Luzinete Batista (PV): “A respeito do Governo Municipal, não tenho mais nem o que falar, pois já expomos todas as mazelas.
A cidade está em coma, a saúde na UTI e o lixo na rua.
Mas vou falar sobre o Pro Paz Integrado. Parabenizo primeiramente a mim, pois esta foi uma luta minha e para conseguir, fiquei um ano indo para Belém de avião, correndo o risco do avião cair. Disto Parauapebas precisa saber. Não vou dar mérito meu para os outros”.

Reportagem e fotos: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também