Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Escola Carlos Henrique entra na luta contra a discriminação racial

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Carlos Henrique realizou na última sexta-feira (29) a culminância do Projeto “A Cultura Negra no Globo”. O objetivo foi promover a compreensão dos processos e manifestações culturais, negro e afro-brasileiros, como estratégias de combate à discriminação racial.

A programação contou com apresentação de relatos sobre a África, músicas, poesias, coreografias e peças teatrais relacionadas ao tema, além de exposição de trabalhos, degustação de comidas típicas e o concurso “Miss e Mister Negritude 2013”. Este último momento apresentou ao público belos jovens, frutos de miscigenação, e arrancou suspiros da plateia.


Segundo a professora de Geografia dos 3º e 4º ciclos, Leila Nascimento, o evento envolveu mais de 530 alunos e alcançou o objetivo desejado. “Os alunos assimilaram os conteúdos e se empenharam para apresentar aos outros estudantes as culturas negra e afro-brasileira, bem como difundiram a importância de cada um se comprometer no combate à discriminação racial”, afirma a educadora.

Uma das alunas que concorreu ao título de “Miss Negritude 2013” foi Letícia Costa, do 9º ano. Ela sabe valorizar sua raça e é consciente da relevância do combate à discriminação. “Graças a Deus, nunca sofri preconceito, mas sei o quanto meus descendentes sofreram e como muita gente sofre até hoje. Esse projeto mostra que todos somos iguais e que precisamos combater o racismo”, assegura Letícia.

O diretor da Carlos Henrique, Serafim Fernandes, garante que a discussão ainda vai prosseguir dentro da unidade educacional. “O assunto é tão relevante que deve fazer parte do dia-a-dia da escola e ser pautado de forma interdisciplinar”, afirma o gestor, fazendo um apelo: “Não discrimine. Abrace e ame a todos!”.

Reportagem e foto: Messania Cardoso

 

Publicidade

Veja
Também