Francisco Eloecio solicita criação de feira científica anual e implementação de sondagens de solo em grandes construções

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Vereador Francisco Eloecio

No decorrer dos trabalhos parlamentares desta terça-feira (22), o vereador Francisco Eloecio (PRB) revelou ao plenário que Parauapebas possui em torno de vinte e uma universidades, públicas e privadas, mas os universitários e formandos municipais não têm espaço para apresentar seus projetos científicos que, muitas vezes, tratam de temas e ideias que podem contribuir com o desenvolvimento da cidade.

Para o parlamentar, os trabalhos universitários são muito importantes, pois retratam as problemáticas da realidade parauapebense e podem auxiliar as soluções das implicações da cidade.


Para aproveitar o conhecimento advindo das pesquisas sobre Parauapebas, Francisco Eloecio apresentou a Indicação n° 431/2021, pedindo ao Poder Executivo municipal que viabilize a criação de feiras científicas anuais, em parceria com as universidades, para dar visibilidade aos artigos, TCCs e demais projetos científicos que possam contribuir para o desenvolvimento do município.

“Uma feira científica universitária irá possibilitar avanços nos setores da saúde, da alimentação, do ambiente, da tecnologia e muitos outros, enriquecendo nosso município tanto nos âmbitos intelectuais quanto culturais. Assim, serão elevadas as condições para ajudar no crescimento de Parauapebas, pois as ideias que os universitários irão apresentar serão inovadoras e com um grande poder de evolução municipal, visando, também, fortalecer a interação entre a ciência, políticas governamentais e a sociedade como um todo”, assegurou o legislador.

Sondagens no solo

Outro pedido apresentado por Francisco Eloecio ao Poder Executivo foi a realização de sondagens no solo em todas as construções efetuadas pelo setor público e empresas privadas de médio e grande porte, dentro do território do município de Parauapebas.

O pedido foi oficializado por meio da Indicação nº 432/2021, em que o parlamentar explicou que o objetivo da medida é prevenir acidentes e aprimorar as obras que serão feitas nos próximos anos, já que é a partir da sondagem do solo que podem ser obtidas as informações necessárias para o dimensionamento da fundação.

Entre as principais informações obtidas por esse processo estão a determinação do tipo de solo, o nível do lençol freático, as camadas do solo e a resistência dessas camadas.

Eloecio explicou que Parauapebas evolui muito a cada mês e para tornar as obras dos setores privado e público mais seguras para a população, deve ser feito um trabalho com todos os processos de segurança possíveis, dando mais credibilidade para as construções na cidade.

Votação

Ante a relevância dos pedidos, os vereadores aprovaram em unanimidade as proposições. Com a votação favorável na Câmara, os pedidos serão enviados ao Poder Executivo, que deverá analisar a viabilidade orçamentária para execução dos pedidos.

veja também