Garrucha de fabricação caseira leva homem para trás das grades

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Conhecem aquela máxima, ‘cada um usa a arma que tem?’, pois é, Edson da Silva é um daqueles que inventa sempre um jeito quando o assunto é praticar crime.

E foi com ele quem a Polícia Militar, em uma abordagem de rotina nas dependências de uma via pública em uma área de invasão denominada “Céu Azul”, encontrou uma garrucha de fabricação caseira de grosso calibre.


O homem parecia não ter planos nada sano, pois estava muito bem municiado levando consigo cartucho, espoletas, recipientes com pólvoras e balotes de chumbos, material necessários para recarregar a arma que, segundo a Polícia Militar, tem precisão quando a intenção é fazer o mal, e mesmo não sendo arma oficial de fábrica, está inclusa na Lei 10.826, de 22 de dezembro de 2003 que regulamenta a posse de arma de fogo.

Edson da Silva não soube explicar a procedência da arma nem qual sua finalidade. Mas foi levado à 20ª Seccional de Polícia de Civil de Parauapebas e terá tempo para explicar à justiça.

Sobre a arma:

A garrucha (do castelhano garrucha), também conhecida no Brasil como perereca, é uma arma de fogo de cano curto, semelhante a uma pistola ou revólver. Sua principal característica é que possui apenas um tiro por cano, semelhante às espingardas de caça. O seu cano pode ser raiado ou não. É carregada pela boca.

Reportagem: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

veja também