Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Índios Xikrin concluem 4ª etapa da EJA e fazem festa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante sexta-feira (13) e sábado (14), as aldeias Cateté e Djudjê-kô, localizadas a cerca de 370 quilômetros da sede de Parauapebas fizeram a festa. As comemorações que movimentaram toda a comunidade Xikrin do Cateté ocorreram devido à formatura de 41 alunos, de duas turmas de 4ª etapa, da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A primeira formatura aconteceu na noite de sexta-feira, na quadra da Escola Municipal de Ensino fundamental Bep Karoti Xikrin, localizada na aldeia Cateté, e contemplou 21 formandos. Já a segunda formatura, na noite de sábado, foi realizada no Nhabê (Casa dos Guerreiros), na aldeia Djudjê-kô, e contou com a conclusão de 23 alunos da Escola Moikô Xikrin.


Becas, capelos, terno, gravata, anéis e baile, entre outros acessórios, compuseram a solenidade de formatura dos concluintes, que estavam radiantes. Tudo de acordo com as formalidades do Kubên (homem branco em língua Xikrin), sem deixar de lado a tradição local: apresentações de índios caracterizados, Hino Nacional cantado em língua materna e tradução de todo o cerimonial em tempo real.

De acordo com Geânio Chaves, professor da Bep Karoti Xikrin, os próprios estudantes exigiram que a cerimônia fosse realizada de acordo com a cultura do “homem branco”. “Nosso alunos optaram por fazer uma festa diferente das que costumam realizar na aldeia. Eles exigiram que tudo fosse feito conforme a nossa cultura e ensaiaram muito para que tudo saísse perfeito”, afirma o professor.

Bebyry XiKrin, 19 anos, é um dos concluintes do ensino fundamental. Sua maior vontade é de ajudar seu povo. O jovem índio está ciente de que já deu um primeiro e importante passo em sua missão. “Estou feliz por ter chegado até aqui, mas sei que posso ir ainda mais longe. Preciso concluir meus estudos. Meu povo precisa de gente instruída para ajudá-lo.”

O cacique da aldeia Cateté, Kuokoipati Xikrin, proferiu palavras de incentivo aos jovens formandos e falou sobre a importância da educação para seu povo. “Parabéns pela vitória! Hoje vocês alcançaram um de seus objetivos. Estudem. Tem muita coisa pela frente. No futuro, serão vocês que vão lutar pelo bem da comunidade”, anuncia o chefe da aldeia.

Assim como Kuokoipati, o secretário-adjunto da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Rui Amorim, incentivou os jovens a prosseguir com os estudos. “Fazendo uso da educação, vocês poderão ajudar a comunidade em que vivem e contribuir para desenvolver a sociedade”, destaca o educador.

Reportagem e foto: Messania Cardoso

Publicidade

Veja
Também