Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Iniciativa privada impulsiona negócios sociais de Canaã dos Carajás

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante quase três anos, os pequenos negócios receberam capacitação, assessoria técnica e foram acompanhados em seu desenvolvimento. Nessa semana, os seis empreendimentos concluíram a fase de incubação e receberam seus certificados de graduação.

Foram certificados os empreendimentos: Piscicultura Salomão, Encantarte Alimentos, Grupo de Horticultores da Vila Bom Jesus, Associação dos Apicultores de Canaã dos Carajás, a GFN Serigrafia e a Associação de Artesãos Solidários de Canaã dos Carajás. A ação integra o Programa de Apoio à Geração e Incremento de Renda (Agir), desenvolvido pela Fundação Vale desde 2013 no município. A Agência de Desenvolvimento de Canaã, Instituto de Socioeconomia Solidária (ISES), o Sebrae e a Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás são parceiros nesta iniciativa.


Os negócios foram selecionados pelo impacto social positivo nas comunidades onde estão inseridas, sua viabilidade econômica e capacidade de geração de trabalho e renda familiar. Em Canaã, foram priorizadas as áreas de alimentos e vestuário, dentro do objetivo do programa Agir de fortalecer atividades econômicas para além do setor mineral e com foco nas vocações econômicas da região, a exemplo do mel e da horticultura.

“Por meio do Agir, apoiamos, junto com importantes parceiros, empreendedores na sua autonomia socioprodutiva e contribuímos para a geração de trabalho e incremento de renda dessas famílias”, explica a Gerente de Negócios Sociais da Fundação Vale, Heloisa Bortolo. Por meio dos seis negócios sociais, o total de 110 empreendedores participaram do processo de incubação.

Entrega de certificados

Durante a solenidade, foram apresentadas as transformações e ganhos que cada pequeno negócio conquistou ao longo dos últimos meses. Nos bastidores para o alcance do aumento da renda, os empreendedores reconheceram a evolução em termos de expansão da infraestrutura, aquisição de novos equipamentos, o aumento e diversificação da produção como grandes resultados alcançados. Também destacam a comercialização mais eficaz, associada à capacidade de formação de preço e criação de marca, e a melhor gestão financeira dos negócios.

Para a Diretora Executiva da Agência de Desenvolvimento de Canaã, Graça Reis, o resultado envolveu também o fator humano e o encadeamento produtivo. “Temos aqui pessoas que tiveram sua autoestima e sua capacidade para o trabalho resgatadas, além de equipes que agora compartilham seus serviços para atender as demandas de seus clientes”, ressaltou.

Outra mudança foi a ampliação do núcleo familiar nos negócios. “Antes era só eu, agora minha empresa virou familiar, somos sete pessoas, meus filhos, noras e sobrinhos, toda família. Produzíamos apenas marmita e salgados, agora também fazemos doces e bolos e devemos abrir uma lojinha em breve. O Agir mudou completamente a minha vida e da minha família”, conclui entusiasmada dona Irani Goulart, ela foi ainda a contratada responsável pelo serviço de buffet durante o evento.

Publicidade

Veja
Também