Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Jovens terão cursinho gratuito para participação no ENCCEJA

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

“O projeto Senai, Indústria e Sociedade (SIS), de iniciativa do SENAI junto com a indústria, atenderá a comunidade em situação de vulnerabilidade social do Bairro dos Minérios no município de Parauapebas, dentro da Associação Girão de Artes Maciais”, explica Alysson Negreiros, mobilizador, detalhando que o projeto tem como objetivo preparar os jovens e adultos para o mercado de trabalho e no primeiro momento terá enfoque em amparar estes quanto a obtenção da certificação do Ensino Médio; o que se dará, ainda segundo ele, através da preparação deste público para a avaliação nacional do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA), programa que certifica os alunos no ensino médio por meio de uma prova, que é uma avaliação nacional.

De acordo com o planejamento, as aulas ocorrerão em um espaço reformado e adaptado para o projeto, o qual é denominado Sala Incluir; sendo em local cedido de forma gratuita no prédio da Associação Girão, onde funcionará de segunda à sexta-feira no horário das 13h00 às 17h00.


Os requisitos do programa ENCCEJA são apenas que o interessado tenha a idade mínima de 18 anos e ter concluído o ensino fundamental. A seleção dos interessados está sob a responsabilidade da Associação Girão de Artes Marciais; já a avaliação ocorrerá no próximo dia 25, nos turnos manhã e tarde das 9h00 às 13h00 e das 15h30 às 20h30.

Após selecionados, a tarefa formativa se dará em 45 dias no período de 20 de maio a 23 de agosto, não havendo aulas no mês de julho. A aula inaugural foi realizada hoje (20) na Associação Girão, Bairro dos Minérios; estando presentes as empresas parceiras, a comunidade atendida e seus representantes.

“Considero esta ação de caráter social relevante, portanto, é uma forma de contribuir principalmente com jovens e adultos, que podem retomar seus estudos, completar a educação básica e continuar a formação”, avalia Alysson Negreiros, enfatizando que a ação poderá ter um efeito imediato com a elevação da autoestima e aumento das chances de ingresso num mercado de trabalho cada vez mais exigente e competitivo.

Publicidade

Veja
Também