Single Posts
Confirmados
26.267
Single Posts
Recuperados
15.327
Single Posts
Óbitos
177

 Publicidade

Mãe de jovem assassinada pede pressa no julgamento de assassino

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Mãe de jovem assassinada pede pressa no julgamento de assassino

Jakeline Santana foi morta cruelmente

Conforme noticiado AQUI, o caso ocorrido no dia 11 de agosto do ano passado terminou na morte da jovem Jakeline Santana e na prisão do principal suspeito, Antônio Santos, com quem a garota tinha um relacionamento amoroso.

De acordo com Carmen Santana, mãe da vítima, reconhecer no Instituto Médico Legal (IML) o corpo de sua filha foi um baque muito grande, pois, mesmo depois de 18 dias de buscas, a esperança era que a encontrasse com vida. “A parte mais difícil foi pela forma que a vida foi tirada dela e o corpo ter sido jogado na beira da estrada, como muitos fazem com os animais”, lamenta Carmen Santana, que, agora, 11 meses depois, se diz preocupada com a possibilidade de soltura do acusado, o que, segundo ela, poderá pôr a vida da família em risco.


Mãe de jovem assassinada pede pressa no julgamento de assassino
Antônio Santos – Acusado

 

A mãe da garota diz que ficará insegura, pois, mora na mesma cidade, Parauapebas, com outros filhos e ainda os filhos da filha morta pelo temido ex-companheiro. “Ele sabe onde moro, pois, frequentava minha casa; mesmo dois dias após ter assassinado minha filha, ele continuava com toda frieza vindo aqui e fingindo me ajudar a procurar por ela”, lembra dona Carmen.

Mãe de jovem assassinada pede pressa no julgamento de assassino
Carmen Santana – Mãe da vítima

 

Antônio Santos cumpre prisão preventiva no presídio de Parauapebas, onde aguarda julgamento. Enquanto isso, dona Carmen Santana, diz esperar por justiça e ter esperança que esse julgamento aconteça logo, pois, a demora só favorece a ele. “Peço ao juiz que olhe com carinho para esse caso; pois, pelos dois filhos que ele fez se tornar órfãos, não quero que esse homem seja solto, mas, que possa ser condenado à pena máxima. Sei que da justiça de Deus ele não escapa, mas, meu desejo é que também a justiça dos homens seja cumprida”, conclui Carmen Santana.

 

 

Publicidade

Veja
Também