Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Movimento contra a Buriti realiza abaixo assinado no Cidade Jardim

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Desta vez todo mundo está sendo convidado pelos manifestantes a participar da mobilização pública através de abaixo assinado. Trata-se de ação movida contra a loteadora Buriti Empreendimentos Imobiliários, feita por clientes/moradores de diversas etapas do bairro Cidade Jardim, em Parauapebas, que, entre outras coisas, exigem revisão dos contratos para baixar os valores das parcelas, os juros e a realização de obras estruturais prometidas pela empresa.

Durante a última terça-feira, 6, foi o movimento no local das coletas de assinatura foi grande, e deve continuar hoje, 7, quarta-feira, quando os envolvidos no processo podem assinar o abaixo assinado que será enviado para Belém no dia 9, sexta-feira.


A convocação é feita a todos que deverão comparecer no “Galpão Gospel”, que fica localizado na Avenida dos Ipês, no bairro Cidade Jardim, onde está sendo recolhidas as assinaturas das 8:00hs às 00:00hs.

Mais sobre o caso

O movimento contra a Buriti tem o intuito de mover ação coletiva contra a loteadora. As reuniões populares discutem pautas referentes ao caso, como: Redução de parcelas, revisão de contratos voltando o valor inicial da primeira parcela, entre outras. Propostas que, segundo os manifestantes, caso a loteadora não aceite, entrarão com ação coletiva na justiça.

 

Outro lado

O Portal Pebinha de Açúcar, visando sempre fazer um jornalismo sério e imparcial, buscou junto à loteadora Buriti Empreendimentos Imobiliários, respostas para as reivindicações dos clientes e ela respondeu prontamente:

Pebinha de Açúcar (PA) – Qual o posicionamento da loteadora quanto à revisão dos contratos?

Loteadora Buriti (LB) – Esse assunto já foi amplamente debatido em diversas ações revisionais perante o Poder Judiciário, em nenhuma das oportunidades foi verificada alguma irregularidade na forma de aplicação dos índices pactuados para correção das parcelas. Reforçamos que temos um forte compromisso com nossos clientes e parceiros de negócios e sempre estivemos à disposição para conversar sobre os melhores acordos para ambas as partes.

PA – Há possibilidade de redução no valor das parcelas?

LB – Isto já foi feito, a Buriti tomou algumas medidas com o intuito de reduzir de maneira significativa o valor final do lote/terreno para seus clientes, dentre elas:

-Em agosto de 2015 congelou o valor das parcelas de todos os seus clientes pelo período de doze meses, não aplicando os juros contratuais e nem a correção monetária;

-A partir de agosto de 2015, a Buriti também reduziu a taxa de juros compensatórios para 6,9% (seis virgula noventa por cento) em todos os contratos onde as taxas eram superiores;

-Em agosto de 2016 a Buriti estendeu por mais doze meses o congelamento dos juros, aplicando apenas a correção monetária no valor das parcelas.

-A empresa mantém uma grande campanha para renegociação com seus clientes, fez uma ampla divulgação por meio de cartas, mensagens de texto, contatos telefônicos, pessoais e também na mídia local. Treinou e disponibilizou uma equipe especialmente para renegociar de maneira amigável, sempre com intuito a manter o equilíbrio econômico financeiro entre as partes, tentando assim evitar desgastes e a rescisão contratual.

-A Buriti mantém até o momento uma campanha promocional para antecipação de pagamentos de parcelas ou quitação dos lotes/terrenos com descontos variáveis, em alguns casos chegando a 60% no valor da parcela.

-Em 2015 a Buriti fez uma avaliação dos preços dos terrenos do RESIDENCIAL CIDADE JARDIM DE PARAUAPEBAS e constatou que as últimas etapas lançadas, 7ª, 9ª, 10ª e 11ª, estavam com valores que não seguiam o atual cenário econômico do país e para vender o estoque remanescente, a Buriti elaborou uma nova tabela de preços concedendo descontos variáveis que em muitos casos chegaram a 50%. Os mesmos descontos foram aplicados a todos com contratos ativos, beneficiando diretamente 4.418 clientes das etapas (7ª, 9ª, 10ª,11ª).

PA – Os juros estão dentro do estabelecido por Lei?

LB – Sim, quanto aos juros, a Buriti sempre cobrou taxas de juros compensatórios abaixo das taxas médias do sistema financeiro, do mercado imobiliário e do limite permitido pela legislação brasileira (12% ao ano mais correção monetária). Atualmente, a empresa pratica juros máximos de 6,9% ao ano mais correção monetária (IGPM/FGV).

PA – Os serviços básicos prometidos foram executados devidamente?

LB – A Buriti esclarece que executa todas as obras de infraestrutura e saneamento básico de acordo com os Decretos de Aprovação e contratos firmados com seus clientes, seguindo a legislação vigente. A empresa reforça ainda que o fornecimento e a manutenção dos serviços públicos são de responsabilidade do Município e das concessionárias autorizadas.

Por fim, a Buriti reitera que continua à disposição dos interessados em renegociar suas dívidas na Av. U, quadra 441, LTS 01/03 e 54/56, Bairro Cidade Jardim, em horário comercial, ou pelo e-mail cobranç[email protected].

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também