Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Número de contratações para empregos temporários é pequeno em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Faltando pouco mais de um mês para o Natal, a contratação de vendedores temporários está devagar, quase parando. Reflexo da crise na economia. E isso logo no período considerado historicamente o melhor para o comércio.

A criação de vagas temporárias neste fim de ano deve ser menor que o gerado no Natal do ano passado no município de Parauapebas.


As vagas temporárias normalmente têm início em outubro e ganha força em novembro, mês que historicamente registra a maior geração líquida de vagas formais, mais admissões e menos desligamentos no varejo.

De acordo com o coordenador do Sistema Nacional de Emprego em Parauapebas, Batista Everton, as contratações temporárias pelo SINE ainda não foram solicitadas.
“As contratações temporárias ainda não estão acontecendo, não entraram aqui pelo SINE”, declara o coordenador.

A boa notícia é que com a abertura de duas lojas, uma de cosméticos e outra de departamento, houve disponibilidade de algumas vagas.
Uma das empresas aplicou uma prova seletiva para os candidatos aos cargos de balconista, atendente, auxiliar de escritório e vigia armado. Para cada vaga, o SINE deve encaminhar três candidatos para a entrevista.

A candidata Ránila Cristina estava ansiosa e na expectativa por um bom resultado no teste.
“Minha expectativa é uma das melhores, são poucas chances”. Quando questionada pela reportagem de estar preparada para assumir a vaga, disse sem titubear que sim.

O coordenador do Sine diz que o órgão está recebendo poucas demandas para vagas temporárias
O coordenador do Sine diz que o órgão está recebendo poucas demandas para vagas temporárias

Ainda de acordo com o coordenador do órgão, isso já é fruto de um trabalho estratégico que o SINE está fazendo.
“Nós estamos indo até o comércio, nas empresas, buscando parceria na ACIP e CDL. Trazendo os empregos para a população através do SINE. Está melhorando. As vagas estão surgindo, em pequena escala, mas sempre estamos com vagas”, destaca Batista.

O SINE é um órgão do Governo Federal, coordenado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, com o objetivo de fazer a intermediação de mão de obra através de suas agências espalhadas por todo o país, controlar o pagamento do seguro-desemprego e apoiar o Programa de Geração de Emprego, Trabalho e Renda.

Em Parauapebas o órgão funciona na Rua 11, entre as ruas D e E, Bairro Cidade Nova. Das 8h às 14h.

Reportagem: Stéfani Ribeiro – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também