‘Operação Heimdall’ apreende drogas, armas e prende suspeitos na região de Carajás

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deslanchada pela Polícia Militar nesta quinta-feira (27) simultaneamente nos municípios de Parauapebas, Curionópolis e Canaã dos Carajás, a “Operação Heimdall” apreendeu armas, drogas e prendeu elementos em atitudes suspeitas.

Em Parauapebas, balanço da operação revela que foram apreendidos seis barras de maconha, pesando cinco quilos e 542 gramas; 66 gramas de maconha em papelotes pequenos; 116 gramas de maconha em papelotes maiores; duas barras de crack, totalizando dois quilos e 46 gramas; 123 papelotes de crack, totalizando 332 gramas; diversos pedaços de crack, totalizando 194 gramas; duas balanças de precisão; duas facas; um rolo de papel filme; e uma mochila de cor cinza.


Segundo a polícia, o material foi encontrado por volta das 21h30 de quinta-feira (27) em poder do indivíduo identificado por Jonas Nabate Mendonça, conhecido por “Paizinho”, numa residência localizada na Rua N, s/nº, Bairro União, Parauapebas.

Antes de ser detido pela guarnição da Polícia Militar, carregando uma sacola, “Paizinho” deu trabalho aos policiais, correndo para um beco estreito, mas foi agarrado, revistado e constatado que o mesmo transportava entorpecente.

De acordo ainda com informações da polícia, o suspeito chegou a oferecer à guarnição a quantia de R$ 30 mil para ser liberado do flagrante, mas a situação piorou para ele, pois foi também preso por corrupção ativa.

Em Curionópolis
Na zona rural do município de Curionópolis, precisamente na vicinal de acesso à localidade denominada Cutia, a dois quilômetros do centro da cidade, a “Operação Heimdall” apreendeu em poder de Adriano Pereira Silva, 21 anos de idade, um revólver marca Taurus calibre 32 com cinco munições marca CBC intactas; um aparelho celular; um coldre de perna; uma carteira porta-cédulas contendo documentos pessoais; 0,277 gramas de mineral semelhante a cobre e cassiterita; e uma mochila de costa cor preta, contendo vestimentas de uso pessoal.

Segundo a polícia, a sacola contendo o material foi encontrada no interior de uma picape modelo Hilux, de placa HKQ 2F51, onde se encontravam cinco homens em atitudes suspeitas. Indagados quem seria o dono da sacola, Adriano Silva se apresentou como proprietário e por isso foi detido pelos policiais e encaminhado para a Polícia Civil.

A reportagem conversou com o advogado Wilson Correia, que estava defendendo os suspeitos, mas ele não quis gravar entrevista, afirmando que só falaria em juízo.

 

Heimdall
Mitologicamente, Heimdall é o guardião da ponte do arco-íris Bifrost, único caminho para Asgard (a casa dos deuses), conectando-a com Midgard (a casa do homem) na mitologia nórdica. Heimdall é o filho de Odin, e teve um nascimento bizarro, porque ele tem nove mães – todas irmãs e associadas com as nove ondas.

De acordo ainda com a polícia, a palavra Heimdall significa, ao pé da letra, “o que ilumina o mundo”. Esse Deus é a essência da persistência e confiança. Outra característica interessante era que ele não precisava dormir, desta forma se mantinha em alerta o tempo todo.

veja também