Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Panificadoras e delivery’s terão prazo de atendimento estendido em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

“Estamos trabalhando agora junto ao Governo do Estado para uma flexibilização nas próximas semanas no sentido de melhorar as condições de restaurantes, bares e similares”, planeja o presidente do SEAHPAR – Sindicato das Empresas de Alimentação e Hospedagem de Parauapebas e Região, Jânio Valadares, comemorando uma vitória em favor das panificadoras.

De acordo com Jânio, após atender uma reivindicação do SEAHPAR, o comandante do 23° BPM de Parauapebas em consonância com o Comando Geral da PM do Estado do Pará, entenderam que não caberá o fechamento daquelas panificadoras que permanecerem abertas após às 16h00 e das empresas de delivery de alimentos após às 22h00, por se tratar de uma recomendação conforme o art. 23 do Decreto Estadual de 20/04/2020.


Na opinião do sindicalista, com o prolongamento no atendimento, os empresários dos citados segmentos poderão manter mais pessoas empregadas além de honrar seus compromissos com fornecedores. A respeito da reabertura de bares e similares, ele diz que ainda não foi conseguido a flexibilização. Motivo que, de acordo com levantamentos feitos pelo sindicato, só nos primeiros 15 dias fechados, registrou-se a perda imediata de 500 postos de trabalho; número que já chegar a 1 mil, totalizando 1,5 mil empregos diretos e até 6 mil empregos indiretos perdidos.

“Uma nova pesquisa a respeito do impacto no fechamento de restaurantes, bares e similares, já está sendo feita com o objetivo de medir o percentual de queda no volume de venda em cada respectivo segmento, número de demissões e de contratos suspensos e de redução de jornada, além de expectativa para os próximos meses”, detalha Jânio.

Publicidade

Veja
Também