Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Papão é pressionado, leva 2, mas avança na Copa do Brasil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em um primeiro tempo em que a defesa bicolor levou a melhor diante do ataque tricolor, a etapa final foi cheia de emoção, com dois gols a favor dos donos da casa, com Souza e Kieza, ambos na reta final do segundo tempo, o que não foi suficiente para o Bahia.

Agora, o Bicola passa para as oitavas da competição nacional, esperando o adversário que sairá de sorteio. No pote B, o Paysandu vai pegar um adversário do pote A, que pode ser Cruzeiro, Atletico-MG, São Paulo, Corinthians, Inter, Grêmio, Flamengo ou Fluminense.


O próximo jogo do Paysandu será neste sábado (25), às 16h30, contra o CRB-AL, pelo Campeonato Brasileiro da Série B.

1º Tempo: Missão quase cumprida – O primeiro tempo de Bahia e Paysandu foi como o previsto antes da bola rolar. Precisando da vitória, o Tricolor baiano se mandou para cima do Papão e tentou surpreender desde o começo do jogo, na chamada base do ‘abafa’.

O Paysandu, entretanto, mostrou que os donos das casa não teriam vida fácil e levou perigo em alguns lances de contra-ataque. Na melhor oportunidade usando esta arma, Jhonnatan entrou livre na área e tinha Souza esperando para finalizar ao lado, mas o volante se atrapalhou e perdeu boa chance.

O Bahia, então, viu que não tinha espaço pelo meio e passou a exageradamente cruzar bolas na área da equipe de Dado Cavalcanti, e teve algumas chances, como na testada de Kieza, após cobrança de escanteio, que passou ao lado.

Mas foi na bola parada que quase o placar foi aberto nos primeiros 45 minutos. Em falta na entrada da área, Ávine cobrou com maestria, mas a bola caprichosamente bateu no travessão. Foi o melhor momento do primeiro tempo, que terminou sem gols.

2º Tempo: Sufoco, dois gols, mas classificação – Já no segundo tempo, a tônica foi parecida com os 45 minutos iniciais. Ataque do Bahia contra defesa do Paysandu, que foi muito bem e anulava as principais alternativas do adversário até a reta final do jogo.

A partir dos 30 minutos, porém, a maré virou e o Tricolor passou a dar as cartas em campo e no placar. Isso porque após a bola ser cruzada na área, Thiago Martins colocou o braço. Pênalti. O volante Souza foi para a bola e colocou na rede. 1 a 0.

A partir daí, as bolas na áreas que já freqüentavam a área do Paysandu, praticamente não saíram mais de lá. Em um dos momentos de bobeira dos defensores alvicelestes, foi o atacante Kieza que aproveitou, dominando, driblando Emerson e tocando para a rede. 2 a 0.

No final, o sufoco foi grande. O Bahia foi para o tudo ou nada e abriu mão da defesa para tentar um gol milagroso que levasse a partida para os pênaltis, mas o goleiro Emerson e o sistema de defesa do time armado por Dado Cavalcanti conseguiram segurar o placar e a classificação.

Reportagem e foto: ORM News

Publicidade

Veja
Também