Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Parauapebas: Autoridades organizam tráfego nas proximidades da Feira do Produtor

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Uma equipe de servidores municipais lotados nas secretarias de Fazenda (Sefaz) e de Serviços Urbanos (Semurb); Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) e Departamento de Arrecadação Municipal (DAM), com apoio da Polícia Militar, esteve na manhã desta quarta-feira (21) nos arredores da Feira do Produtor, Bairro Cidade Nova, organizando o tráfego de veículos naquele local e a exposição de mercadorias.

Durante a blitz, os agentes de trânsito do DMTT, os fiscais de tributos do DAM e os fiscais de posturas da Semurb orientaram comerciantes, notificaram algumas irregularidades e determinaram a retirada de veículos e de barracas que estavam obstruindo a passagem de pedestres.
Na Rua 13, o gerente de uma revendedora de veículos foi flagrado com nove automóveis estacionados sobre a calçada do estabelecimento comercial, obrigando que as pessoas circulassem na pista de rolamento.


Os agentes do DMTT e da Semurb informaram ao comerciante que aquele procedimento feria o Código de Posturas do Município e por isso a calçada teria que ser liberado para o tráfego de pedestres. Em poucos minutos os veículos foram retirados da calçada.

Na Rua 14, sentido estrada Faruk Salmen, numa das laterais da Feira do Produtor, os agentes detectaram um caminhão estacionado vendendo abóbora, com nota fiscal irregular, e outro caminhão com melancia estacionado próximo de uma esquina, dificultando a passagem de outros carros. Os condutores dos dois veículos foram orientados a se organizarem, para poderem comercializar os seus produtos.

Segundo o agente de trânsito João Monteiro, do DMTT, o órgão vai continuar executando este tipo de orientação e fiscalização, com o objetivo de fazer com que o tráfego de veículos e de pessoas flua sem obstáculos para nenhuma das partes, proporcionando trânsito seguro e sem acidentes.
De acordo com Francisco Flávio Costa, agente de fiscalização da Sefaz, no primeiro momento os fiscais estavam orientando e conscientizando os comerciantes e feirantes quanto à regularização do estabelecimento junto ao DAM, como aquisição de alvará de funcionamento, e ainda sobre o uso indevido do espaço público destinado ao transeunte.

Por sua vez, o fiscal urbano Jailton José, da Semurb, ratifica que a trabalho da comitiva de agentes foi, inicialmente, orientar os feirantes e comerciantes da área para não expor mercadorias nas calçadas por onde transitam os consumidores. “Noutra oportunidade, vamos cobrar e notificar os eventuais infratores”, alertou.

A maioria dos comerciantes e feirantes abordados pelos fiscais de trânsito e de posturas concordou com as orientações e prometeu, doravante, a não colocar mais mercadorias e veículos no meio da rua e nas calçadas.

Reportagem: Waldyr Silva / Foto: Anderson Souza

Publicidade

Veja
Também