Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Parauapebas deve ser beneficiada com central de aconselhamento contra suicídios

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Igrejas de Parauapebas realizarão cruzada de oração contra o suicídio
As estatísticas dão conta de que casos de suicídios aumentam 2,3% em um ano, e no Brasil, tem um caso registrado a cada 46 minutos, de acordo com dados apresentados pelo Ministério da Saúde.

Esses motivos fizeram com que várias igrejas evangélicas de Parauapebas se unissem para prevenir este mal que tem ceifado, principalmente, a vida de adolescentes, mas, tem chegado aos adultos e até mesmo líderes evangélicos têm atentado contra a própria vida.


Com o tema “Todos Unidos Contra o Suicídio”, a 1ª Cruzada de Oração estará acontecendo no Centro de Desenvolvimento Cultural de Parauapebas (CDC) no dia 30 de março.

De acordo com a pastora Gizeuda Freitas, organizadora e idealizadora do projeto, o objetivo da cruzada é reunir no mínimo 60 igrejas que estarão orando para Deus destruir a força negativa que leva as pessoas a cometer o ato de atentado contra suas próprias vidas. “O problema tem se alastrado e tem acometido pessoas de todas as idades e até mesmo líderes religiosos que têm uma vida aparentemente normal”, alerta Gizeuda, detalhando que não será apenas de oração que ser fará a Cruzada, mas, terá também a palestra de um psiquiatra que trará orientações a respeito das patologias que podem contribuir a indução da pessoa ao suicídio.

Assim como já existe uma central para orientar pessoas que, em momento de desespero, pensam cometer o ato, o plano das igrejas evangélicas é criar um serviço semelhante em Parauapebas, para que possa atender, via telefone, pessoas que precisam ouvir uma palavra de conforto e assim evitar que cheguem a consumar ato tão extremo.

De acordo com informações prestadas pela pastora Gizeuda Freitas, o serviço deverá funcionar 24 horas por dia, todos os dias, devendo ser operado por pessoas com instrução espiritual e capacidade para orientar e confortar a quem necessita. “Parauapebas é uma cidade que atrai pessoas através do sonho de oportunidade de trabalho. Assim elas, muitas vezes, chegam aqui sozinha sem ter nenhum amigo ou familiar, e assim, se sentem só; e diante de uma decepção não tem com quem conversar e podem terminar tomando decisões desorientadas”, imagina Gizeuda, detalhando que se estas pessoas tiverem um “amigo” a quem possa ligar e receber uma orientação, ficará bem mais fácil mudar a direção do pensamento e da própria decisão. Outro objetivo da Central de Aconselhamento é avaliar o quadro da pessoa e, se necessário, encaminhar para o serviço de saúde adequado.

Ainda conforme detalhou a pastora Gizeuda Freitas, na noite de sábado, 26 de janeiro, houve uma reunião com lideranças evangélicas, com o objetivo de apresentar a todos o projeto tanto da 1ª Cruzada de Oração, quanto da Central de Aconselhamento.

Publicidade

Veja
Também