Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

PARAUAPEBAS: Pistoleiros invadem casa e matam homem de 57 anos enquanto ele dormia

Osvaldo Crispim Correia Filho, de 57 anos de idade foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (19) no interior de sua residência, localizada na Rua G-13, Bairro Tropical, em Parauapebas.

De acordo com informações de moradores vizinhos da vítima, era por volta de 00h00 quando escutaram barulho de vidro quebrando, e em seguida, cerca de cinco estampidos de tiros, porém como o local é escuro, com medo, nenhum dos moradores quiseram arriscar em ver o que estava acontecendo, entretanto, pela manhã, observaram que a porta de vidro de Osvaldo Crispim havia sido quebrada.

Ao averiguar e entrar no quarto da frente onde Crispim dormia, um dos vizinhos percebeu que o mesmo estava morto, todo ensanguentado. Levantamentos preliminares realizados por um perito do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, indicam que a vítima foi assassinada com dois tiros no peito e outro na cabeça.

A polícia suspeita que Osvaldo Crispim Correa estava em um pesado sono e não escutou quando os assassinos quebraram a porta de vidro com uma pedra e em seguida o executaram na cama. Ainda segundo os investigadores, Osvaldo era um conhecido traficante e colecionava várias passagens pela Justiça.

Após os levantamentos de praxe realizados pelo perito e também pela Polícia Civil, o corpo de Osvaldo Crispim foi removido pelos técnicos do Instituto Médico Legal (IML), onde será necropsiado no Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves em Parauapebas.

Pela frieza dos assassinos, a polícia acredita que os dois homicídios ocorridos na madrugada naquele mesmo bairro tenham sido praticados pela mesma dupla de moto, uma vez que meia hora depois, o jovem Wesley Sales foi executado dentro de casa na frente da família de seu irmão, como foi noticiado AQUI no Portal Pebinha de Açúcar.

 

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Leia também no Portal Pebinha de Açúcar:

Deixe seu comentário