Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Passagem do transporte coletivo de Parauapebas será R$ 3,30 a partir de fevereiro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foto: Arquivo | Irisvelton Silva

Após dois anos sem sofrer reajuste, o preço da passagem no transporte coletivo de Parauapebas passará a custar R$ 3,30. O novo preço passa a valer a partir de 1º de fevereiro, conforme comunicado pela Central, entidade responsável pela prestação deste tipo de serviço no município.

“Embora tenhamos apresentado R$ 3,36 no início do ao passado, valor este que está abaixo do proposto em 2018, informamos que resolvemos aceitar a proposta do Poder Público, e iremos continuar prestando um serviço eficaz aos usuários, em respeito à população de Parauapebas, a quem devemos toda satisfação”, diz o comunicado público, assinado pelo presidente da Central, Francisco Monteiro Brito.


De acordo com dados da Central, o reajuste anterior ocorreu em dezembro de 2016, quando o valor da passagem sofreu alteração de 20%, passando de R$ 2,50 para R$ 3,00.

Segundo avaliação da Central, se fosse colocado “no bico da caneta” os índices inflacionários dos insumos, que são peças, manutenções, desgaste, reajuste salarial dos servidores, reajuste das tarifas de energia elétrica e preços dos combustíveis, o valor seria bem acima do apresentado; mas, em respeito aos cidadãos que são os verdadeiros titulares do serviço de transporte público coletivo, resolveram concordar com o valor proposto e seguir mantendo o serviço com o mesmo empenho de dedicação.

O transporte público de passageiros em Parauapebas, antes de 2011, era prestado por sete cooperativas; porém, em 2011, iniciou-se a mobilização para unificação das cooperativas em busca de melhorar a gestão e assim trazer um melhor transporte para a população. Em dezembro de 2014, foi possível começar a operar com a Central, formada por três cooperativas, que trouxeram como primeira e mais aparente melhora, a troca de veículos, ato que já ocorreu por duas vezes.

Outro passo importante em constante busca de melhora é a implantação do sistema tecnológico. Atualmente todos os veículos da Central são monitorados por câmeras de segurança internas e externas; GPS, rádios e aplicativo que permite aos usuários visualizarem os veículos de suas respectivas linhas em tempo real. Além de quatro pontos de cadastros onde os usuários podem adquirir os cartões/passes e alimentá-los com os valores para serem usados em qualquer veículo da Central, sendo um na Central das Cooperativas, na Rua Sol Poente, Bairro da Paz; Partage Shopping; Karajás Shopping e mais um ponto de cadastro itinerante.

“Além destes, contamos com outros 15 pontos de vendas espalhados pela cidade, tudo manter a qualidade e a regularidade do serviço, buscando sempre a excelência e o atendimento digno aos usuários do transporte público”, afirma Francisco Brito.

Veja abaixo o comunicado da Central:

COMUNICADO PÚBLICO

Publicidade

Veja
Também