Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Pequeno notável, Curionópolis lidera abertura de oportunidades

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Qual o segredo do município de Curionópolis? O que faz com que ele, de população pequena e acanhada, tenha se destacado tanto? Como pode ele, tão pouco referenciado nos livros de Geografia, entrar para o mapa nacional da geração de empregos? A resposta é: mineração.

Depois que o projeto Serra Leste, da mineradora Vale, e o Antas North, da mineradora Avanco, passaram a operar, Curionópolis nunca mais foi o mesmo. As mineradoras atraíram uma miríade de currículos e gente de fora; o comércio aqueceu e passou a contratar; e as contas da prefeitura local melhoraram consideravelmente — tanto que, das quatro principais prefeituras da região de Carajás (incluindo Parauapebas, Marabá e Canaã dos Carajás), apenas a de Curionópolis vai atingir a meta de arrecadação para este ano, de acordo com informações do Portal da Transparência.


Em outubro, Curionópolis teve saldo positivo de 104 vagas de emprego e, no ano, 1.173 oportunidades. É praticamente um oásis em tempos de crise e se posiciona na 24ª colocação nacional entre todos os 5.570 municípios brasileiros, uma condição formidável.

A população local pode até perguntar: onde estão esses empregos em Curionópolis? É um volume muito alto. Emprego tem. Tanto é que, apenas em outubro, candidatos a vagas de montador de equipamentos elétricos, servente de obras, mestre de obras, motorista de caminhão, almoxarife e moleiro de minérios triunfaram. A questão é saber se quem mora em Curionópolis não está perdendo vaga para a concorrência dos arredores.

É que, com o desemprego massacrando a região, marabaenses, parauapebenses e canaãnenses estão correndo para “filar a boia” dos filhos de Curionópolis, e estes podem estar chupando o dedo. O mundo-cão do desemprego é mesmo assim, similar ao gatilho de uma arma de faroeste e recheado de QI: é só arranjar o seu.

Leia mais: Desemprego dispara e arrebenta cidades da região de Carajás

Reportagem: André Santos / Colaborador do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também