Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Polícias Civil e Militar apreendem mais de 6 quilos de drogas no Tapanã em Belém

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

As Polícias Civil e Militar deflagraram uma ação policial conjunta para desarticular um local onde informações davam conta de que drogas estavam prontos para serem comercializadas, no bairro do Tapanã, distrito de Icoaraci, em Belém. Durante a abordagem no local indicado nas denúncias, as equipes policiais da Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos) e policiais militares do Centro de Inteligência prenderam em flagrante Josineia Brito dos Anjos, 23 anos. Com ela, aproximadamente 6,5 quilos de maconha foram apreendidos.

Além da maconha, os policiais apreenderam no local 85 gramas de pedras de óxi de cocaína e em torno de meio quilo de pó de cocaína. Segundo o delegado Augusto Potiguar, titular da Denarc, as drogas foram encontradas na quitinete onde a presa reside, no Tapanã. Pelas informações recebidas, a mulher seria responsável em atuar na distribuição das drogas. Em troca, ela iria receber quantias em dinheiro. Os entorpecentes foram apreendidos e levados à sede da Denarc, no bairro do Telégrafo, em Belém. Josineia foi autuada em flagrante por tráfico de drogas e já está recolhida à disposição da Justiça.


OUTRAS APREENSÕES

Nos últimos dias, a Denarc realizou seis prisões em flagrante por tráfico de drogas e apreendeu mais de 100 quilos de drogas. Na madrugada de quarta-feira (13), a Polícia Civil realizou a prisão em flagrante, em Marituba, região metropolitana, de Sharle Monteiro Freire, Iratan Ulisses da Silva e Ronaldo Vieira Pinto de Sousa, pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Com eles, foram apreendidos cerca de 60 quilos de pedras de óxi de cocaína. As prisões foram realizadas por policiais civis da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc). Sharle e Iratan foram interceptados pelas equipes da Denarc durante investigações sobre um esquema de tráfico de drogas.

No último dia 12, as Polícias Civil e Militar, em operação conjunta, apreenderam mais de 100 quilos de maconha, durante averiguação de denúncia anônima, na área do Conjunto Maguari, em Belém. As drogas estavam em uma residência. No local, foi presa em flagrante, Adriana Barbosa Souza, 31 anos, por tráfico de drogas. A abordagem no imóvel foi realizada por policiais civis da Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos) e da Rotam da PM. A abordagem à residência foi efetuada mediante informação de que o local estaria sendo usado para guardar drogas.

No último dia 11, policiais civis da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) efetuaram a prisão em flagrante de Douglas Campos da Silva, 25 anos, em decorrência de investigações realizadas em Santo Antonio do Tauá, nordeste paraense. Com o preso, duas pedras de óxi, um tipo de cocaína, foram apreendidas. Douglas foi preso em flagrante durante investigações realizadas pela equipe da Denarc. Uma denúncia anônima repassada ao fone 181 (Disque-Denúncia) de que um homem estaria em uma moto roubada fazendo o transporte de drogas levou a equipe policial até o acusado que conduzia uma moto.

 

No último dia 8, a equipe da Divisão Estadual de Narcóticos prendeu em flagrante Rafael Coutinho Paniccia Monteiro por tráfico de drogas. A prisão foi realizada durante diligências iniciadas após a abordagem de Marcella Reis Novaes. Ela foi abordada, pois estava em atitude suspeita, por apresentar nervosismo. Marcella foi avistada pelos policiais civis na rua, pois tinha um volume suspeito na cintura da roupa. Ao ser revistada, ela estava em posse de duas porções de maconha, do tipo “skunk”, uma droga modificada em laboratório. A acusada confessou ter comprado a droga no apartamento onde Rafael mora, na Rua Arcipreste Manoel Teodoro, em Belém. Diante dos fatos, a equipe policial da Denarc foi até o endereço, onde apreendeu mais duas porções de maconha, do tipo skunk, três comprimidos de “ecstasy” (droga sintética), diversos adesivos de “LSD”, outra droga sintética, e materiais como balança, destrinchador e outros artefatos usados na produção e venda do entorpecente.

Publicidade

Veja
Também