Prefeitura busca soluções para resolver problemas de energia em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Preocupado com a difícil situação em relação às constantes faltas de energia elétrica em Parauapebas, o prefeito Valmir Mariano, juntamente com o secretário municipal de Desenvolvimento, Heleno Costa, busca desde o inicio do mandato solucionar o problema que atinge toda a população do município.

Atualmente, a cidade é atendida por três equipamentos conhecidos como alimentadores, que estão sobrecarregados. Um levantamento das necessidades e de todos os serviços que precisam ser executados no município e ainda um relatório fotográfico foram entregues à diretoria comercial da Celpa. Diante do exposto, a empresa prometeu tomar todas as providências necessárias para a resolução dos problemas, inclusive nos alimentadores, redes e transformadores do sistema elétrico da cidade.


O empenho da gestão municipal começa a gerar resultados. A prefeitura e a Celpa já executaram alguns serviços com o objetivo de resolver os problemas pelos próximos 20 anos. Estão sendo executados serviços como a ampliação da subestação de Carajás com dois transformadores; construção de 15 km de rede base de 138 kV da subestação de Carajás até a subestação de Parauapebas, no Bairro Beira Rio; ampliação da subestação de Parauapebas, rebaixando de 138 kV para 34,5 kV e de 34,5 kV para 13,8 kV para a distribuição na cidade; e a implantação de novos alimentadores.

No último dia 5, uma equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento (Seden) recebeu a visita de uma comissão técnica da Celpa, para vistoriar as obras de melhoramento do sistema elétrico.

Segundo o gerente executivo da Celpa, Augusto Dantas, os investimentos no município estão sendo retomados e os serviços devem ser concluídos até o final ano. “Os investimentos na região de Parauapebas são da ordem de 15 milhões de reais, uma nova subestação que vai garantir energia pelos próximos 30 anos e com isso garantir o crescimento do município”, disse o gerente, que ressaltou ainda a importância e o envolvimento da gestão municipal para que os serviços aconteçam no prazo estipulado.

“A parceria com a prefeitura é muito importante, pois ela está nos ajudando com as questões das autorizações de passagem da linha de transmissão, que em alguns pontos ainda estão embargados pelos proprietários. Junto com a prefeitura e a câmara de vereadores, vamos chegar ao consenso comum para poder agilizar a obra e garantir o prazo de entrega, que é no final de 2013”, finalizou Augusto Dantas.

Segundo o secretário Heleno Costa, estão acontecendo obras também na zona rural. Na subestação da Vila Palmares, já foram adquiridos três transformadores com potencial específico, que aguardam somente as bases serem concluídas. O barramento de 230 kV para 138 kV está pronto, ou seja, é o ponto de partida da rede de alta tensão que levará a energia da subestação da Vila Palmares para a subestação no bairro Beira Rio.

O secretário contou ainda que já estão no canteiro de obras dois transformadores de 30 MGA, com controle automático de carga, que corrigirão qualquer queda de tensão, garantindo energia estável à população, e está sendo acoplada ao sistema atual mais uma linha de 34,5 kV para reforçar e dar mais confiabilidade ao sistema que abastece a cidade até a linha de transmissão (LT) de 138 kV entrar em operação.

Com a nova LT de 138 kV, serão disponibilizados mais três novos alimentadores que garantirão energia para o distrito industrial, permitindo a instalação de novas indústrias e a disponibilidade de energia para todos os loteamentos.

Reportagem: Liliane Diniz / Foto: Irisvelton Silva

Publicidade

veja também