Publicidade

Prefeitura realiza o dia “D” de mobilização e combate ao mosquito Aedes Aegypt

Prefeitura Municipal de Parauapebas, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, realizou na manhã desta quinta-feira, 19, mais uma ação de conscientização acerca das doenças provocadas pelo mosquito Aedes Aegypti.

A Caminhada de Prevenção e Combate à Dengue iniciou às 9h00 no bairro Betânia, e contou com a participação da Diretora de Vigilância em Saúde, Michelle Ferreira,  agentes de endemias, agentes de saúde da família, coordenador vigilância ambiental, e juntos percorreram toda a extensão da Avenida Nicodemos, no bairro Betânia, no trajeto, os agentes de saúde seguravam cartazes educativos e distribuíam panfletos com informações importantes de como se prevenir em suas casas para um eficaz combate ao mosquito.


A campanha visa alcançar a população em geral, especialmente o público jovem na faixa etária de 05 a 14 anos, Michele Ferreira,  Diretora de Vigilância em Saúde,  comenta que o Departamento de Vigilância em Saúde vem realizando diversas ações junto a comunidade, inclusive, palestras educativas nas escolas.  “A campanha acontece o ano inteiro, com maior foco até abril de 2020 devido o período chuvoso, com ações envolvendo Unidades de Saúde e Escolas Municipais. Esse período requer maior atenção e intensificação dos esforços para não deixar o mosquito nascer, porem as ações permanece o ano todo. É importante também que, a população fique sempre alerta e não dê trégua para o mosquito, tirando apenas 10 minutos do dia para fazer a sua parte e proteger a sua casa contra o Aedes, responsável pela transmissão da dengue, zika e chikungunya.”

 Michele ainda ressalta que, “as crianças podem ser os principais agentes transformadores das comunidades. Os estudos apontam que o problema com combate ao Aedes Aegypti é, acima de tudo, cultural, por isso, se conseguirmos realizar a formação desses jovens, conseguiremos atingir toda a população.”

O coordenador de Vigilância ambiental e endemias, Carlos Damasceno Carvalho, fortalece que é necessária a união do poder público com a população na guerra contra o mosquito. “Para que a guerra contra o mosquito esteja sob controle, é fundamental a ajuda de toda a população e o objetivo da caminhada foi exatamente este: conscientizar a população sobre o papel essencial que lhe cabe no combate e eliminação dos criadores do mosquito, que já fez muitas vítimas por todo o país, contando para tal fim, com a voluntariosa participação de todos”.

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags

Veja também

Fechar Menu