Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Prefeitura realiza o dia “D” de mobilização e combate ao mosquito Aedes Aegypt

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Prefeitura Municipal de Parauapebas, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, realizou na manhã desta quinta-feira, 19, mais uma ação de conscientização acerca das doenças provocadas pelo mosquito Aedes Aegypti.

A Caminhada de Prevenção e Combate à Dengue iniciou às 9h00 no bairro Betânia, e contou com a participação da Diretora de Vigilância em Saúde, Michelle Ferreira,  agentes de endemias, agentes de saúde da família, coordenador vigilância ambiental, e juntos percorreram toda a extensão da Avenida Nicodemos, no bairro Betânia, no trajeto, os agentes de saúde seguravam cartazes educativos e distribuíam panfletos com informações importantes de como se prevenir em suas casas para um eficaz combate ao mosquito.


A campanha visa alcançar a população em geral, especialmente o público jovem na faixa etária de 05 a 14 anos, Michele Ferreira,  Diretora de Vigilância em Saúde,  comenta que o Departamento de Vigilância em Saúde vem realizando diversas ações junto a comunidade, inclusive, palestras educativas nas escolas.  “A campanha acontece o ano inteiro, com maior foco até abril de 2020 devido o período chuvoso, com ações envolvendo Unidades de Saúde e Escolas Municipais. Esse período requer maior atenção e intensificação dos esforços para não deixar o mosquito nascer, porem as ações permanece o ano todo. É importante também que, a população fique sempre alerta e não dê trégua para o mosquito, tirando apenas 10 minutos do dia para fazer a sua parte e proteger a sua casa contra o Aedes, responsável pela transmissão da dengue, zika e chikungunya.”

 Michele ainda ressalta que, “as crianças podem ser os principais agentes transformadores das comunidades. Os estudos apontam que o problema com combate ao Aedes Aegypti é, acima de tudo, cultural, por isso, se conseguirmos realizar a formação desses jovens, conseguiremos atingir toda a população.”

O coordenador de Vigilância ambiental e endemias, Carlos Damasceno Carvalho, fortalece que é necessária a união do poder público com a população na guerra contra o mosquito. “Para que a guerra contra o mosquito esteja sob controle, é fundamental a ajuda de toda a população e o objetivo da caminhada foi exatamente este: conscientizar a população sobre o papel essencial que lhe cabe no combate e eliminação dos criadores do mosquito, que já fez muitas vítimas por todo o país, contando para tal fim, com a voluntariosa participação de todos”.

Publicidade

Veja
Também