Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Procon realiza palestras de orientação sobre superendividamento de idosos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

No Brasil cresce cada vez mais a oferta de produtos e serviços financeiros. As facilidades em empréstimos consignados com desconto das prestações feitos diretamente em benefício do contratante, no caso, o aposentado ou pensionista do INSS e juros mais baixos do que outros empréstimos chamam a atenção dos idosos, situação que pode levar a um superendividamento.

Uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil e Câmara dos Lojistas revelou que três em cada dez idosos entre 65 e 84 anos estão com o nome sujo. De acordo com a pesquisa, a maior parte das dívidas, 52%, está relacionada a bancos, cartão de crédito, cheque especial, financiamento e empréstimos, em seguida débitos com o comércio 17%, comunicações 12% e contas de águia e luz 10%.


Visando garantir os direitos do público da terceira idade e principalmente fazer orientações sobre as propostas de empréstimo consignado, o Procon de Parauapebas está realizando durante este mês de outubro palestras sobre o superendividamento dos idosos.

O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Da paz, no Bairro Jardim América I, foi o onde aconteceu o início do ciclo de palestras que irão se estender pelos demais polos.

Mariana Rodrigues é coordenadora geral do Procon em Parauapebas e responsável pela palestra. Durante a reunião, ela explicou e esclareceu qual a função do Procon, de como o órgão ajuda todos os consumidores, em especial os idosos e repassou orientações valiosas dos riscos dos empréstimos consignados, um dos principais fatores do superendividamento dos idosos.

“Lá no Procon recebemos inúmeras reclamações de idosos relatando de empréstimos feitos em nome deles, mas que não reconhecem que fizeram. Com a situação, o salário deles no final do mês fica totalmente comprometido. A palestra vem justamente para fazer esse alerta dos riscos e principalmente repassar dicas de como não ficar negativado no final do mês”, conta a coordenadora do Procon.

Vários idosos estiveram participando da palestra. De olhos e ouvidos atentos a todas dicas repassadas. Seu Joaci Silva, 72 anos, está acabando de pagar um empréstimo feito e segundo ele, assim que terminar, não quer mais saber de fazer outro. “A partir de agora vou priorizar pagar minhas contas em dinheiro, nada de parcelamentos. O empréstimo tem seus dois lados, o bom e o ruim, mas não pretendo fazer outro tão cedo”, relata o aposentado.

Aos 63 anos, dona Maria dos Santos também esteve na palestra e conta que até o momento nunca precisou fazer empréstimo. “Achei a palestra muito proveitosa, ainda bem que nunca precisei pedir um empréstimo consignado. Faço de tudo par manter minhas contas em dia. As dicas de hoje foram excelentes”, diz a aposentada.

Durante todo este mês de outubro as palestras estarão sendo realizadas em cada Centro de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros da cidade.

Publicidade

Veja
Também