Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Professores e estudantes de Parauapebas saem às ruas para defender a educação pública

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Dizendo não à reformulação da MATRIZ CURRICULAR,  CALOTE DO PISO e ao PLC 257/16, professores representados pelo SINTEPP (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará) e estudantes do Ensino Médio, que é de responsabilidade do Governo do Estado, saíram às ruas ontem, 14, quinta-feira em Parauapebas. O ato foi feito de forma pacífica e sem tumultos apresentando faixas e cartazes e com gritos de ordem.

Com isso nota-se que a cada dia cresce a insatisfação de trabalhadores em educação e alunos, sendo o principal motivo a proposta de reformulação da matriz curricular do ensino médio apresentada pelo governo Simão Jatene cuja votação foi naquele dia.


De acordo com o SINTEPP, a movimentação é a continuidade da ação dos professores e alunos iniciaram após audiência ocorrida no dia 7 deste mês, abril, para lutar contra a aprovação da redução de aulas no ensino médio, anunciando oficialmente o calote do piso do magistério da rede estadual de ensino, o que foi refutado de forma veemente pelo Conselho Estadual de Representantes.

Outra preocupação da categoria é com a PLC 257/16, e neste a Presidência da República pretende congelar por 24 meses o aumento da alíquota da contribuição previdenciária dos servidores públicos, congelar a progressão na carreira, proibir concurso público e estimular a terceirização.

Como sequência o sindicato realiza assembleia geral, hoje, 15, sexta-feira, em Belém para enfrentar o que eles qualificam como “ataque”.

Reportagem: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também